Retrospectiva 2016: Polícia divulga imagens do suspeito de matar Beatriz Angélica

suspeito-de-matar-beatriz

A Polícia Civil adiantou, em coletiva de imprensa, na tarde desta quinta-feira (08), as imagens do suspeito de assassinar na noite do dia 10 de dezembro do ano passado, a pequena Beatriz Angélica Mota, com 42 facadas, durante uma festa de formatura no Colégio Maria Auxiliadora, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O acusado é um homem negro, magro, de aproximadamente 1,65m e de cabelos crespos.

De acordo com o delegado Marceone Ferreira Jacinto, testemunhas afirmaram ter visto o acusado no bebedouro onde a criança foi morta. Muitas pessoas também  disseram ter visto um homem vestindo uma camiseta verde e caça jeans naquela noite, uma criança afirmou ter sido chamada pelo suspeito para buscar mesas e cadeiras, mas, com medo, ela correu. Até mesmo um funcionário da escola percebeu a presença do desconhecido e ficou no local esperando que outro aluno tomasse água para não deixá-lo sozinho com o homem.

Das 182 pessoas ouvidas, onze testemunhas confirmaram ter visto o desconhecido no evento. Após examinar minunciosamente diversos vídeos de câmeras de segurança das imediações do colégio, a polícia conseguiu identificar uma pessoa semelhante a descrita nos depoimentos.

As imagens a seguir foram feitas durante a exibição dos vídeos, portanto, estão meio trêmulas, mas é possível identificar a movimentação do suspeito.

5 Comentários

  • esdras maria

    10 de setembro de 2016 at 02:57

    sinceramente eu ñ acredito que seja essa criatura aí que circulava pela rua! o assassino estava lá dentro. e podem ter certeza que ñ é nem um psicopata pobre ñ! é um psicopata da alta. que se for descoberto essa escola de merda caí. pronto falei tudo o que penso a respeito desse crime absurdo.

    Responder
  • Patricia

    10 de setembro de 2016 at 08:54

    Esperamos que a polícia desvenda esse crime,pois queremos ver esse assassino preso e saber qual o motivo que levou esse bandido a fazer essa crueldade com essa criança

    Responder
  • Cicero Gomes

    10 de setembro de 2016 at 19:06

    No meu ponto de vista esse cara aí não foi o assassino, mais prestem atenção! A perna direita dele está com um volume maior que dá perna Esquerda. Ou seja, ele entrou na escola com o objeto do crime. E junto com alguém que ja estava lá praticaram o crime. Prestem atenção na perna dele. Tipo uma faca na perna segura por algo.

    Responder

Deixe uma resposta