Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Polícia Militar da Bahia realiza reunião para discutir o enfrentamento da violência contra a Mulher

(Foto: ASCOM)

Coordenada por uma capitã da Polícia Militar de Juazeiro (BA), aconteceu neste fim de semana, a primeira reunião do ano da Rede de Atendimento e Enfrentamento à Violência contra a Mulher.

A Rede que é formada por um conjunto de órgãos que trabalham atendendo mulheres, tem como objetivo principal, combater à violência contra mulher, através de ações variadas que vão desde o atendimento àquelas que já sofreram a agressão até o desenvolvimento de atividades de prevenção.

Atualmente, a capitã Paula Crusoé, comandante da Operação Ronda Maria da Penha de Juazeiro, é a coordenadora da Rede, que foi criada no ano de 2016.

Muito embora os encontros ocorram bimestralmente, o contato entre os membros da rede pode acontecer a qualquer momento, sempre que houver necessidade.

Segundo a última pesquisa DataSenado sobre violência doméstica e familiar (2015), uma em cada cinco mulheres já foi espancada pelo marido, companheiro, namorado ou ex.

Embora muitos avanços tenham sido alcançados com a Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006), o Brasil, contabilizou no segundo semestre de 2016, 4,8 assassinatos a cada 100 mil mulheres, número que colocou o país no 5º lugar no ranking de países que mais tem violência contra a mulher.

Deixe uma resposta