População de Juazeiro se revolta contra prefeitura durante apreensão de mercadorias de ambulantes

A manhã desta quinta-feira (20) foi de tumulto no Centro de Juazeiro (BA), como mostram os vídeos que circulam nas redes sociais. Durante fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (SEMAURB), ambulantes tiveram suas mercadorias aprendidas, e a ação não agradou a população juazeirense.

Os fiscais da SEMAURB já sabiam o que iam encontrar na área central de Juazeiro, é fato que o comércio desordenado toma conta da cidade, será por conta do desemprego? O que eles não contavam era com a revolta dos populares, que diante da ação, usaram seus celulares para gravar o fato e repudiar a conduta dos fiscais da prefeitura, além de proferir críticas ao prefeito Paulo Bomfim e sua gestão.

Em um dos vídeos, um ambulante que comercializava artigos eletrônicos e acessórios para celular é imobilizado por Guardas Municipais que deram apoio à ação fiscalizadora da SEMAURB. No chão, o ambulante gritava: “Eu sou trabalhador, não sou vagabundo”. O apelo para que sua mercadoria não fosse apreendida foi reforçado pelos transeuntes que passavam pelo local e defenderam o comerciante.

O outro caso aconteceu nas proximidades do Paço Municipal, mais precisamente na Praça Barão do Rio Branco, onde estão localizadas algumas agências bancárias. Uma mulher que comercializava lanches teve seus produtos apreendidos. Aos prantos ela denunciava a ação, que segundo ela, se tratava de injustiça.

O Blog Waldiney Passos solicitou uma nota de esclarecimento da prefeitura de Juazeiro sobre a ação da SEMAURB realizada hoje. Questionamos quais irregularidades estavam sendo cometidas pelos ambulantes e qual o posicionamento da gestão municipal sobre a conduta dos guardas municipais que agiram contra o ambulante. Além disso, procuramos saber o que será feito com a mercadoria apreendida e qual a orientação para os ambulantes afetados. Até o momento não obtivemos da prefeitura de Juazeiro.

Deixe uma resposta