Prefeito Miguel Coelho em entrega nova creche na Agrovila Massangano com ajuda da comunidade

(Foto: ASCOM)

A noite da sexta-feira (14) foi de comemoração para os moradores da Agrovila Massangano, região ribeirinha de Petrolina. Após várias reivindicações realizadas pela comunidade desde o ano passado, foi inaugurado um novo Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei), que atenderá mais de 70 crianças de até três anos nas turmas do berçário, maternal I e II.

O equipamento foi entregue pelo prefeito Miguel Coelho e o senador Fernando Bezerra diante de vários moradores e lideranças comunitárias da localidade. A unidade de educação infantil foi nomeada como Creuza Rodrigues Alves, em homenagem a uma ativista comunitária da Agrovila Massangano.

A construção do local foi feito com a ajuda de comerciantes, alguns vereadores, e parte da população da Agrovila Massangano que reformaram a creche. A prefeitura se encarregou de equipar o Cmei com móveis e nova pintura. Agora o Cmei está estruturado com cozinha, despensa, área de banho, pátio, espaço para recreação, refeitório, depósito para material de limpeza e núcleos administrativas, além dos espaços equipados com quadro, bancos e mesas entre outros itens para as aulas.

Durante a entrega, o prefeito Miguel Coelho reforçou o compromisso da gestão em reestruturar e modernizar o ensino na primeira infância em Petrolina.

“Tivemos um grande desafio logo no início da gestão de organizar a situação da rede municipal. Encontramos um sistema inchado e que precisava ser readequado para fornecer educação de qualidade. Graças a um esforço grande e muita coragem de nossa equipe, aumentamos as vagas da rede e estamos entregando novos Cmei e colocando para funcionar o que já existia. Essa comunidade esperava há muito tempo por esse equipamento e esta é mais uma prova de que a educação é nosso maior compromisso com a cidade”, explicou o prefeito.

A luta para a construção do Cmei Creuza Rodrigues Alves foi lembrada por moradores e lideranças da comunidade. Walter Pereira, líder da associação comunitária da Agrovila, citou com emoção as mobilizações realizadas em estradas e ruas da região no ano passado cobrando a instalação do centro de educação.

“Muita gente passou por humilhação para cobrar um direito nosso. Fomos para estrada pedir ajuda das pessoas, procuramos vereadores e até o prefeito para construir este Cmei. Mas agora a gente vê que valeu tudo à pena e nossas crianças terão um lugar digno para estudar”, agradeceu o líder comunitário.

Deixe uma resposta