Projeto fotográfico desenvolvido na UBS do bairro Antônio Cassimiro incentiva gestantes para a realização do pré-natal

O primeiro ensaio foi feito no Parque Municipal Josepha Coelho. (Fotos: Bianca Luara)

Durante a gestação, a realização do pré-natal é fundamental na prevenção ou detecção precoce de patologias tanto das mães como dos bebês, proporcionando um desenvolvimento saudável do bebê e reduzindo os riscos da gestante. Pensando nisso, um projeto pioneiro desenvolvido na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Antônio Cassimiro, em Petrolina (PE), tem feito a diferença.

A iniciativa partiu da Enfermeira Louise Mangabeira, que atua há dois anos no Antônio Cassimiro, principalmente no atendimento às gestantes. Em entrevista ao Blog Waldiney Passos, ela contou o que motivou a criação do projeto fotográfico que vem dando resultados positivos.

“Inicialmente era uma questão de autoestima, com o objetivo de mostrar que a gravidez por mais que tenha complicações, ela também é uma fase bonita. Eu percebia que para as pacientes, a gestação era só mais uma fase da vida, mas que não era uma fase de comemoração , o longo período da gestação não era comemorado. Aliado a isso veio o incentivo ao pré-natal”, disse.

Intitulado “Doce espera”, o projeto conta ainda com a maquiadora Monalisa Ellen e com a fotógrafa Bianca Luara, que se dispuseram a embarcar, de forma voluntária, no projeto idealizado por Louise. O primeiro ensaio do projeto foi feito há pouco mais de um mês, no Parque Municipal Josepha Coelho, e beneficiou cinco gestantes que seguiram todos os requisitos, o cumprimento do pré-natal, é o principal deles.

“O pré-natal é de suma importância para a gestação. O projeto premia as gestantes que fazem todas as consultas, que participam das palestras educativas,  e cumprem todo o processo”, explica Louise. “É uma rede de mulheres beneficiando outras mulheres. O que eu quero é que nos próximos anos tenham mais pessoas envolvidas, mais maquiadores e fotógrafos disponíveis e que mais gestantes sejam assistidas por esse projeto”. 

Larissa Fernanda da Silva Oliveira foi uma das beneficiadas no primeiro ensaio. “Foi a melhor coisa que me aconteceu, foi maravilhoso, a maquiagem, as fotos. Foi muito bom participar desse projeto, se não fosse elas eu não teria condições de fazer um ensaio fotográfico”, ressalta.

Um Comentário

  • Maria Carluce

    21 de outubro de 2019 at 19:55

    Boa noite Seu Waldiney! Gostaria de pedir ao senhor para, se possível, divulgar a perda de uma carteira com todos os documentos do meu pai ADEMAR RAMOS DO NASCIMENTO.Ele perdeu na sexta-feira ao sair a pé do Gercino Coelho até o Posto São Francisco. Os telefones para contato são:
    (87) 98839-1575
    (87) 99643-7171

    Desde já agradeço pela atenção.

    Atenciosamente,
    Carluce Ramos.
    (87) 98839-1575.

    Responder

Deixe uma resposta