Projeto que delimita funções de motorista e cobrador de ônibus aguarda parecer na Câmara

Presidente da câmara afirma que petista não tinha dado entrada oficialmente no jurídico da Casa./ (Foto: arquivo)

Presidente da câmara afirma que petista não tinha dado entrada oficialmente no jurídico da Casa./ (Foto: arquivo)

O vereador de Petrolina (PE), Geraldo da Acerola (PT) reclamou que o Projeto de Lei proposto por ele, em que, obriga os ônibus a terem funcionários nas funções de cobrador e motorista, ainda não recebeu o parecer jurídico da Câmara Municipal.

De acordo com o presidente da Casa Plínio Amorim, Osório Siqueira (PSB), o parlamentar municipal ainda não tinha feito o requerimento de forma oficial para análise. “Quando a gente foi verificar ele não tinha solicitado o parecer ao jurídico, só havia feito verbalmente. Ai foi que eu pedi que ele oficializasse, porque aqui o Poder legislativo precisa tramitar a documentação” afirma o socialista.

Deixe uma resposta