Projeto que trata da redução da carga horária dos enfermeiros gera polêmica na Câmara Municipal de Petrolina

Alvorlande enfermeiros

Foto: Waldiney Passos

Um impasse gerou uma discussão ampla na manhã desta quinta-feria (11), no retorno aos trabalhos legislativos após o feriado do carnaval, na Câmara Municipal de Petrolina. Devido o presidente ter comunicado que não haveria sessão nesta quinta o edil Alvorlande Cruz (PHS) apelou para que os projetos retirados de pauta na sessão da última quinta-feira (04) não fossem votados na plenário de hoje, pedido imediatamente rejeitado pelo vereador Pérsio Antunes (PMDB). ” O vereador Alvorlande Cruz, que é do governo, solicitou que retirasse porque tinha algumas coisas para discutir, para a próxima sessão, hoje nós vinhemos para a sessão, tem os projetos para votar de interesse da sociedade, tem projeto aí dos enfermeiros,  para redução de carga horária, para regulamentação da carga horária, e agora o governo quer tirar por que não quer apoiar essa categoria que é sofrida, que vive massacrada, com salários baixos, com condições de trabalho inadequadas e sem dignidade de trabalho, portanto eu não aceito esse tipo de jogada”, afirmou Pérsio.

Em reposta o vereador Alvorlande Cruz confirmou ter solicitado a retirada do projeto e que estaria faltando humildade ao colega Pérsio Antunes. ” O vereador Pérsio Antunes sentou com alguns colegas dele para que houvesse a sessão que o presidente Osório tinha suspendido. O que nós pedimos a ele é que como havia o entendimento para que os projetos não fosses votados hoje, então nós pedimos para que os vereadores apreciassem as matérias na próxima sessão, pedimos ao vereador somente que ele tivesse a humildade, a serenidade, que está faltando um pouco em meu amigo Pérsio no sentindo de colocar para votar na próxima sessão, mas o vereador acha que o colegiado é ele, eu acho que quando você sobe demais em um muro você termina caindo, ninguém mais respeita o vereador do que eu”, alfinetou .

A discussão permanece no plenário da Casa, vereadores da situação e oposição continuam discutindo sobre a votação do Projeto de lei nº 045/2015, que dispõe sobre a regulamentação da jornada de trabalho dos enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares de enfermagem, em 30 horas semanais de autoria do vereador Pérsio Antunes.

No plenário muitos enfermeiros e técnicos em enfermagem aguardam e cobram a votação do projeto ainda na sessão desta quinta-feira.

Deixe uma resposta