PSB pode rifar nome de Lucas Ramos e apoiar candidatura de Odacy Amorim a prefeito de Petrolina

Duas pré-candidaturas podem ser rifadas nestas eleições municipais. Conforme havíamos antecipado, a definição do nome que irá disputar o pleito em Petrolina pelas oposições, passa necessariamente pela a definição das alianças no Recife.

Assim, o PT definindo apoio a um nome do PSB na capital, o socialista João Campos, refletiria com o apoio do PSB ao nome escolhido pelo PT em Petrolina, que pelo andar da carruagem deve ser mesmo o de Odacy Amorim. Com isso, o sonho do deputado Lucas Ramos disputar o pleito, cairia por terra.

Em conversa com o Blog do Jamildo, o socialista reagiu a esta possibilidade e disse que vai partir para o confronto.

“Nós estamos há seis meses das eleições e nós não temos uma palavra do governador afirmando que o PSB terá candidato em Petrolina. Sabe porque? Porque Geraldo Júlio não deixa… Só que eu vou para o confronto, não vou aceitar isto. Quem vai pedir votos para o PSB em 2022, na sucessão de Paulo Câmara? Vai ser o PT de Odacy Amorim ou o PSB de Lucas Ramos?”, questiona o socialista.

“Essa turma está esquecendo que existe vida mais a frente (2022) e depois do Recife. Tudo bem, é a capital, é a vitrine do PSB, mas eu acredito que um projeto não anda distante do outro. Eles se fortalecem”, afirma.

Apesar de dá sinais de desconforto Lucas Ramos afirmou não ter interesse em sair do PSB.

Outra que também seria rifada mais uma vez do processo, é a deputado federal Marília Arraes, que inclusive obteve do próprio presidente Lula em encontro no Rio de Janeiro, a garantia do apoio para consolidar sua pré-candidatura a prefeita do Recife.

Deixe uma resposta