Requerimento sobre concurso público da Educação é derrubado por vereadores da bancada governista

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Com apenas um Projeto de Lei do Legislativo para votação, os vereadores de Petrolina estão reunidos na sessão dessa terça-feira (16) analisando nove Indicações e o Requerimento de número 200/2018, do vereador Gilmar Santos (PT), que reivindica a presença da secretária de Educação, Margareth Zapponi na Casa Plínio Amorim.

Na sua reivindicação, Gilmar pede esclarecimentos sobre o processo seletivo da educação. Entre os questionamentos do petista estão por que não foram oferecidas vagas para professores de Artes e por que constam apenas sete oportunidades para professor de Matemática, Língua Portuguesa e outras disciplinas.

“Estamos denunciando essa vergonha, estamos solicitando a presença da secretária para que ela venha prestar essas informações. Fica a nossa reivindicação em nome de todos os professores e professoras que foram homenageados ontem. Mas a gente não quer só homenagem, a gente quer políticas públicas”, justificou o edil que também é professor ao apresentar sua cobrança.

Líder da situação, Aero Cruz (PSB) pediu destaque ao presidente da Câmara para que o pedido de Gilmar fosse votado em separado das Indicações. “Não precisa vir os secretários vir nessa Casa justificar”, afirmou Aero ao solicitar aos colegas da bancada para que derrubem o Requerimento.

Após a fala de Aero, Gilmar alfinetou o Governo e disse que seu pedido é apenas um esclarecimento e a derrubada de sua cobrança é mostrar que o trabalho da Câmara é “sem sentido”. No fim, o pedido do petista foi derrubado por 9 votos a 4 e uma abstenção de Maria Elena (PRTB).

Deixe uma resposta