Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Ronaldo Silva renuncia à presidência da Fera Sertaneja por falta de apoio

Vereador relatou dificuldades na temporada 2018. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Após ser campeão da Série A2 do Campeonato Pernambucano com o Petrolina Social Futebol Clube e garantir o acesso do clube à elite do futebol estadual, o vereador Ronaldo Silva, então presidente da Fera Sertaneja, anunciou, na manhã desse sábado (15), durante entrevista à Rádio Jornal de Petrolina, que renunciará à presidência. Segundo Ronaldo, o motivo de sua saída é a falta de apoio financeiro à equipe.

“Já estou com minha carta de renúncia pronta para esta segunda-feira. Eu gosto de futebol e mais uma vez estou fazendo sacrifício, penhorando bens meus para conseguir dinheiro para quitar as dívidas com atletas e fornecedores. E não posso continuar sacrificando a minha família sem apoio. Se eu não tenho apoio, infelizmente tenho que me afastar”, afirmou.

Sobre a composição da nova diretoria que deve assumir o comando da equipe para a disputa do Campeonato Pernambucano 2019 A1, Ronaldo afirmou que ainda não sabe como vai ser definida, mas que apoiará o clube.

“Estou me afastando, mas vou continuar trabalhando pela Fera Sertaneja. Vamos ver ainda quem vai assumir a diretoria, mas vai contar com meu apoio. Vou continuar ajudando a equipe, mas não como presidente”.

De acordo com Ronaldo, o planejamento para a próxima temporada está pronto, no entanto, acredita que a nova direção terá que diminuir o planejamento para disputar a competição estadual.

“A gente precisa de apoio financeiro para disputar o campeonato. O planejamento de 2019 está todo pronto, mas a nova diretoria vai ter que diminuir esse planejamento. Só para manter a base com a diretoria nova, a gente precisaria de R$ 600 mil para participar do campeonato, isso sem contratar ninguém, porque se for contratar vai para R$ 1,5 milhão”, concluiu.

Um Comentário

Deixe uma resposta