Rui Costa tem aprovação de 61,1% em Salvador e ACM Neto 86%

ACM Neto e Rui Costa

O estudo fei realizado pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 8 e 12 desse mês de junho

O governador Rui Costa (PT) tem sua gestão aprovada por seis em cada dez soteropolitanos. Um estudo feito pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 8 e 12 desse mês de junho mostra que o chefe do Executivo baiano tem uma administração aprovada por 61,1% dos moradores de Salvador. Segundo a pesquisa encomendada pela Record Bahia, os que consideram a gestão petista negativa são 33,4%. O levantamento ainda mediu a aprovação do prefeito ACM Neto (DEM), que foi apontado como favorito na questão de intenção de votos com 68%. Em relação à avaliação da sua administração na cidade, o democrata saiu dos 84% em janeiro deste ano para 86% agora em junho.

No caso de Rui Costa, a gestão do petista é aprovada em sua maioria por homens. Segundo o estudo, 63,6% das pessoas do sexo masculino consideram a administração positiva, enquanto entre as mulheres esse índice é de 33,4%. Entre os jovens, na faixa etária dos 16 aos 24 anos, está a menor aprovação do governo Rui: 51,8%. Os dados foram coletados  com 760 entrevistados. Segundo a vereadora Vânia Galvão, líder do PT na Câmara de Salvador, os números relacionados ao governador são animadores.

“Eu considero um percentual muito bom. Lógico que gostaríamos que fosse maior, mas eu considero um número bom e isso demonstra um reconhecimento com as ações do governo do estado na cidade. É quem mais tem investido em obras estruturantes, nesta área de mobilidade nem sei o que seria da cidade se não fosse esse investimento. Nos deixa contentes diante de um cenário de ataques no plano nacional”, apontou a legisladora em entrevista à Tribuna. “O que está sendo feito aqui é fruto da nossa política acertada nos governos federal e estadual”.

Comemorando o bom momento vivenciado pelo prefeito ACM Neto está a sua bancada na Câmara. Segundo o primeiro vice-líder do Democratas no Legislativo, Claudio Tinoco, as avaliações mostradas na pesquisa representam um reflexo da política de gestão adotada desde o início do governo em 2013.

“É uma tendência que as pesquisas anteriores já demonstravam. É um reconhecimento pelo trabalho realizado nestes três primeiros anos. O prefeito se preocupou em arrumar a casa, ajustar as contas da prefeitura e garantir programa de investimentos que agora culmina em um conjunto de obras para o município”, contextualizou o vereador. Segundo Tinoco, o crescimento do índice de aprovação da gestão “coincide com a pesquisa de intenção de voto”.

Governo Temer tem alto índice de rejeição

Enquanto o governo interino do presidente Michel Temer (PMDB) tenta acertar os rumos da política econômica neste primeiro mês de gestão, a impressão que os soteropolitanos têm da interinidade não é das melhores. O levantamento do instituto Paraná também aferiu a avaliação que a população de Salvador faz do governo peemedebista e a constatação é de que 69,1% o considera negativo. De acordo com os dados da pesquisa, apenas 20% dos entrevistados consideraram a administração de Temer positiva.

Nacionalmente, o governo do PMDB também não encontra afeição entre a população. Outro estudo do Paraná Pesquisas divulgado ontem mostra que apenas 24% querem que Temer continue no poder, enquanto 63,2% dos entrevistados preferem que sejam realizadas novas eleições. Nesse contexto, os que gostariam que Dilma voltasse ao poder representam 9,6%. O instituto ouviu dois mil brasileiros maiores de 16 anos em 162 municípios de 24 estados e a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Deixe uma resposta