Sargento da PM-PE procura por filha de 15 anos desaparecida em Petrolina

A garota foi acolhida pelo Conselho Tutelar e fugiu da casa de acolhimento, segundo o pai da garota. (Foto: Acervo Pessoal da Família)

O Sargento da Polícia Militar de Pernambuco Dioclésio Cariri Lopes, de 50 anos, está em busca de sua filha, Ana Beatriz da Costa Silva Cariri, de 15 anos, que está desaparecida desde a noite dessa segunda-feira (25).

Segundo o pai da jovem, ela fugiu de casa na última quarta-feira (20), quando foi para a escola, no bairro José e Maria, e não voltou para casa. “Na segunda ela foi para escola, mas não foi para aula, na terça também e na quarta-feira sumiu”, disse.

Ainda de acordo com o sargento, um amigo teria informado que ela havia saído com uma amiga, identificada como Cláudia. Ela teria dito que não estava com a menina. Porém, no outro dia pela manhã, a mãe da garota ligou para informar que ela estava em sua casa.

Como a mãe da garota não queria informar o endereço de sua casa, o pai pediu para que ela levasse sua filha para a escola. Segundo o sargento, o colégio acionou o Conselho Tutelar, já que a jovem estava apresentando, há algum tempo, maus comportamentos.

Posteriormente, o sargento foi até o Conselho pedir que a filha fosse liberada e descobriu que ela havia sido encaminhada para um abrigo. No entanto, não havia qualquer documento informando sobre o acolhimento.

Segundo o pai da garota, na manhã desta terça-feira (26), ele foi chamado para comparecer no abrigo, onde foi informado de que a jovem teria fugido da casa de acolhimento, na noite dessa segunda-feira (25), por volta das 20h, com outra jovem, que seria do interior de Juazeiro (BA).

A partir de então, o sargento foi não conseguiu novas informações sobre o paradeiro de sua filha, nem sobre o processo de acolhimento feito através do Conselho Tutelar de Petrolina.

Conselho Tutelar

Nosso blog entrou em contato com o Conselho Tutelar Municipal e o caso foi confirmado. No entanto, um dos conselheiros que nos atendeu não confirmou a informação de que a garota havia fugido do local. Segundo ele, o Conselho não recebeu nenhum documento nesse sentido do abrigo.

Além disso, somente o Conselheiro Francisco, que teria atendido a garota, era quem poderia passar mais informações. No entanto, o conselheiro só estará no Conselho nesta quarta, à tarde.

Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro da garota pode entrar em contato diretamente com o seu pai através do número (87) 9.8838-4440.

Deixe uma resposta