Sebrae Juazeiro e Fundação Banco do Brasil lançam nova etapa do Programa Bioma Caatinga nesta sexta (11)

(Foto: ASCOM)

A terceira etapa do Programa Bioma Caatinga irá levar ações de tecnologia para criação, acesso a mercados, crédito e boas práticas de gestão da propriedade rural para 600 criadores de caprinos e ovinos de Juazeiro, Casa Nova, Remanso, Uauá e Curaçá, no Norte da Bahia. Esses municípios, juntos, concentram o maior rebanho de caprinos e ovinos do país, com cerca de 6 milhões desses animais.

O lançamento do programa será nesta sexta-feira (11), às 9h da manhã, no Grande Hotel de Juazeiro e vai contar com a presença do superintendente do Sebrae Bahia, Jorge Khoury, do ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, e de prefeitos das cidades atendidas pelo programa.

O Bioma Caatinga busca promover o desenvolvimento e fortalecimento da base produtiva e gerencial da caprinocultura e ovinocultura da Bahia, no Território de Identidade “Sertão do São Francisco”. O programa nasceu de uma articulação entre o Sebrae Bahia  e o Banco do Brasil e foi estendido para nove Estados do Nordeste a também para o Norte de Minas Gerais, com características diferenciadas e foco no setor de ovinocaprinocultura.

Na região semiárida, o programa é desenvolvido desde 2014, com o apoio de uma equipe de profissionais, entre técnicos agrícolas, zootecnistas e veterinários, na sede e zona rural dos municípios. A iniciativa atende produtores rurais no campo e também empresas ligadas à caprinovinocultura, como casa de rações, lojas de produtos veterinários, abatedouros, açougues, frigoríficos, mercadinhos e supermercados. Na última edição, o programa recebeu investimentos de R$ 1,5 milhão para melhoria de gestão, inovações e acesso a mercados.

Segundo o gestor do projeto de Fruticultura do Sebrae em Juazeiro, Carlos Robério Araújo, o foco do terceiro Ciclo do Bioma Caatinga é inovar no conceito tradicional de comercialização, que geralmente é feita com a presença de intermediários, em feiras de comercialização, compra direta nas fazendas, venda direta de produtores em açougues e mercados.

“Já no segundo ciclo do Bioma, iniciamos uma forma mais competitiva de comercialização, colocando os produtores em contato direto com a rede de varejo. Para isso incluímos os profissionais de mercado e comercialização, correspondente de crédito e comunicação no sentido de ampliar essa experiência”, ressalta.

Na solenidade de lançamento, também participarão os prefeitos de Juazeiro, Uauá, Casa Nova, Remanso e Curaçá, respectivamente Paulo Bonfim, Lindomar Dantas, Wilker Torres, Zé Filho e Pedro Oliveira, além de presidentes dos Sindicatos Rurais dessas cidades e instituições como ACCOSSF, Univasf, Uneb, Embrapa, Codevasf e o IPC – Instituto Preservação da Caatinga.

Deixe uma resposta