Secretária Estadual de Saúde confirma primeira morte por chikungunya em Pernambuco

aedes

Confirmada primeira morte causada pelo vírus da chikungunya no Estado de Pernambuco. A paciente de 81 anos, não teve o nome divulgado, mas segundo informações da secretária-executiva de Vigilância à Saúde, Cristiane Penaforte, em entrevista à TV Clube, “A paciente iniciou os sintomas no dia 11 de janeiro, foi levada a um hospital da rede particular, onde foi encaminhada para uma unidade de terapia intensiva, evoluindo para a morte”, detalhou a secretária-executiva.

O óbito foi registrado no boletim apresentado nesta terça-feira (09), com os dados das arboviroses dengue, chikungunya e zika e ainda dos casos de microcefalia, apontados como consequência do último vírus. Os números dizem respeito ao período de 1º de agosto de 2015 até o dia 05 de março de 2016. Até o momento há 84 óbitos por suspeita de arboviroses.

Neste período, os casos notificados de dengue chegaram a 31.481 (4.210 confirmados), distribuídos em 179 municípios. Em relação à chikungunya foram notificados 9.160 casos suspeitos em 151 municípios. Desses, 226 foram confirmados e 361 descartados.

Em Petrolina, segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde, foram registrados até o momento 95 casos de dengue, 54 do vírus da zika e 39 casos de chikungunya.

Deixe uma resposta