Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Secretário Tiano Felix discute instalação da 1ª subestação de energia solar 100% digital em Juazeiro com empresa Atlas Energy

(Foto: Ascom PMJ)

Na quarta-feira (13), o secretário Tiano Felix da Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP) esteve reunido com representantes da empresa Atlas Renewable Energy para acompanhar o processo do encaminhamento das instalações da subestação de energia solar de Juazeiro (BA).

O engenheiro e gerente ambiental da Atlas Energy Danilo Mesquita, agradeceu a contribuição do município para que esse empreendimento seja entregue em breve. “Nossa previsão é inaugurar as usinas de Juazeiro no final do primeiro semestre desse ano, com a primeira subestação de energia solar 100% digital da América Latina. Um dos diferenciais desse projeto é que no lugar dos tradicionais cabos de cobre, iremos utilizar fibra óptica, que será algo muito mais econômico. O impacto econômico deste projeto é extremamente positivo, já empregamos de forma direta 1.300 colaboradores”, explicou.

O secretário da ADEAP, Tiano Felix, destacou que o encontro foi de extrema importância para conhecer o projeto inovador. “É um passo muito importante porque será inovadora e a primeira subestação solar do Brasil totalmente digital, a segunda usina solar do país. O prefeito tem pensado nessas parcerias para que Juazeiro seja ainda mais desenvolvido e traga mais renda e geração de emprego para nosso município”, afirma.

A Atlas é uma empresa latino-americana, com fundo de investimento britânico e 40% a 50% dos seus projetos estão instalados no Brasil. Os principais mercados para a Atlas são México, Uruguai, Chile e Brasil e a empresa busca ainda oportunidades de expansão em uma série de outros países, como Peru e Colômbia. Essa nova plataforma utilizada pela empresa está em busca de ativos de alta qualidade e baixo risco.

A subestação de Juazeiro terá capacidade de produção anual de 89,3 Gigawatts/hora por planta ao ano, o que vai possibilitar atender ao consumo de 62.276 famílias do município.

Deixe uma resposta