SEDIS está engajada na campanha Outubro Rosa de prevenção ao câncer de mama

(Foto: ASCOM)

A campanha Outubro Rosa foi criada em 1990, nos Estados Unidos, mas já está popular em todo o mundo. (Foto: ASCOM)

O câncer de mama é a maior causa de morte por câncer nas mulheres em todo o mundo, com cerca de 520 mil mortes por ano. Segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer – INCA, o Brasil deve ter 57.960 novos casos de câncer de mama em 2016.

Para ajudar na campanha de prevenção e combate ao câncer de mama, a Gerência de Diversidade da Secretaria de Desenvolvimento e Igualdade Social de Juazeiro (SEDIS), distribuiu laços rosa para os funcionários na manhã desta sexta-feira, 07 de outubro. O Centro Integrado de Atendimento à Mulher (CIAM) também está na campanha.

Segundo a Coordenadora de Diversidade, Poliana Pacheco, o objetivo é sensibilizar e conscientizar os funcionários para a doença. “Esse é o tipo de tumor que mais afeta as mulheres, então pensamos em realizar ações que chamem a atenção para o diagnóstico precoce. Começamos conscientizando os funcionários da SEDIS, mas vamos levar aos CRAS e CREAS. Temos que estar mais atentos à prevenção do câncer de mama”, afirma Poliana.

A campanha Outubro Rosa foi criada em 1990, nos Estados Unidos, mas já está popular em todo o mundo. O CIAM, em Juazeiro, além de fazer o trabalho de conscientização e prevenção todos os dias da semana, tem ainda culminância programada para o dia 20 de Outubro, das 08h às 17h.

“Vamos convidar as mulheres para juntarem-se a nós nessa luta de prevenção. Haverá palestras com enfermeiras técnicas, agendamento de mamografia, consulta com ginecologista e aula de zumba. Na palestra será feita a demonstração de como fazer o autoexame e os cuidados que precisamos ter”, explica a Educadora Social do CIAM, Queila Maria.

Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço e saída espontânea de líquido dos mamilos.

Com informações da ASCOM

Deixe uma resposta