Servidores da Segurança Pública recebem prêmio por desempenho nesta sexta (6)

Recebem o prêmio servidores da Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Técnica de 21 Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisps) de todo o estado/Foto:internet

Recebem o prêmio servidores da Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Técnica de 21 Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisps) de todo o estado/Foto:internet

Um total de 9.884 servidores baianos da Segurança Pública vão receber nesta sexta-feira (6) o Prêmio por Desempenho Policial (PDP), pago pelo Governo do Estado numa folha de pagamento adicional. A premiação é referente ao ano de 2015 e o investimento será de R$ 15 milhões. Recebem o prêmio servidores da Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Técnica de 21 Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisps) de todo o estado.

Os servidores destas Aisps conseguiram bater a meta de redução de 6% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs). Os dados são de 2015, em relação a 2014. A partir deste ano, o prêmio será pago duas vezes por ano. Os valores variam de R$ 360 a R$ 4 mil.

Os servidores terão direito a 50% do PDP, mas poderão receber 75% do valor do prêmio se a AISP que integram fizer parte de uma Região Integrada de Segurança Pública (Risp) que também tenha superado a meta de redução de mortes – os chamados Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs). Quatro Risps bateram as metas – Atlântico e Central, que ficam em Salvador, RMS e Sul.

Os CVLIs incluem homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Na Bahia, a diminuição total deste dado foi de 1,1% no ano passado. As regiões que atingiram a meta de reduzir os CVLIs em pelo menos 6% foram as seguintes: Pituba (-57,1%), Santa Maria da Vitória (-28,9%), Lauro de Freitas (-25,5%), Brumado (-24,3%), Rio Real (-23,8%), Ilhéus (-22,3%), Eunápolis (-21,5%), Itapuã (-21%), Tancredo Neves (-20,7%), Feira de Santana (-20%), Pojuca (-17,3%), Dias D’Ávila (-16%), Itabuna (-13,6%), Liberdade (-13,1%), Camaçari (-12,2%), Guanambi (-8,3%), Brotas (-6,8%), Cruz das Almas (-6,8%), Nordeste de Amaralina (-6,7%), Simões Filho (-4,9%) e Vitória da Conquista (-4,1%).

Com informações do Correio da Bahia

Deixe uma resposta