Servidores de Bodocó são convocados pela prefeitura para devolução de salários

(Foto: Divulgação)

O novo prefeito de Bodocó, Tulio Alves (DEM) contatou no início de sua gestão que pagamentos foram realizados duas vezes, deixando déficit no caixa municipal. Em virtude desta constatação, funcionários públicos da cidade foram convocados, na última segunda-feira (9), a devolverem os valores.

Segundo a prefeitura, no dia 29 de dezembro do ano passado, a gestão do ex-prefeito Danilo Delmondes (PSB) efetuou “indevidamente pagamentos em duplicidade à servidores municipais”. Os recursos são oriundos dos 60% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

“Após reunião entre o governo municipal atual, sindicato dos trabalhadores de Educação de Bodocó e gerência do Banco Bradesco foi definida a devolução dos valores recebidos indevidamente”, avisou a gestão, em nota. Ainda no comunicado, a Prefeitura afirma que “a gestão anterior deixou de efetuar o pagamento aos servidores efetivos da Educação (que recebem com os 40% do Fundeb) e demais secretarias, para realizar pagamento aos fornecedores”.

Entre os beneficiados estão assessores administrativos, assessores especiais, coordenadores de contratos e convênios, fisioterapeutas e motoristas.

Com informações do FolhaPE

Deixe uma resposta