SES-PE rebate Ministério da Saúde e afirma ter estoque de seringas

(Foto: Aluísio Moreira/SEI)

Um documento assinado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello informa que sete estados não têm estoque suficiente de seringas e agulhas para início da campanha de vacinação contra a covid-19. Entre eles está Pernambuco.

Ainda constam na lista Acre, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba e Santa Catarina. O documento foi entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF) na quarta-feira (13). Mas uma nota da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) alega que o quantitativo de seringas e agulhas do Estado é “mais do que suficiente para a imunização dos grupos prioritários”.

“Apesar de o fornecimento do imunizante e dos insumos para aplicação serem de responsabilidade do Governo Federal, o Governo de Pernambuco antecipou a compra de seringas e dispõe de 3,9 milhões de unidades em estoque“, diz o Governo do Estado.

O Estado ainda ressalta que vai receber mais 2,8 milhões de seringas até o fim de janeiro e outras 7,5 milhões já foram adquiridas e devem chegar até o fim de fevereiro. Inclusive, um primeiro lote foi encaminhado às 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres) no início da semana.

Primeira fase da vacina

Segundo o ministério da Saúde, há 109 milhões de pessoas nos grupos prioritários no País. Uma vez que as vacinas necessitam de duas doses, seriam necessárias 218 milhões de seringas e agulhas para imunizar este grupo.

Vale lembrar que na primeira fase da campanha serão imunizados trabalhadores de saúde, população indígena aldeada, idosos a partir dos 75 anos e idosos a partir de 60 anos internados em abrigos e instituições. Em Pernambuco isso significa mais de 627 mil pessoas em Pernambuco.

Com informações da Folha de Pernambuco

Deixe uma resposta