Sindicato dos Vigilantes do Sertão realiza manifestação nesta terça-feira (31)

Manifestação será na sede do sindicato (Foto: Divulgação)

Na manhã desta terça-feira (31), às 7h o Sindicato dos Vigilantes do Sertão Pernambucano (Sindvig) realizará uma manifestação contra a reforma trabalhista e cobrando o reajuste salarial que está em pauta desde novembro passado. A concentração será na sede do sindicato e o grupo seguirá para um destino ainda não revelado.

Segundo o presidente do Sindvig, Laércio Vasconcelos, o ato contará com a participação de vigilantes de outros municípios do Sertão, como Santa Maria da Boa Vista, Lagoa Grande, Serra Talhada e Salgueiro e se repetirá também nas cidades de Caruaru e Recife.

“O vigilante também sangra, nós damos a nossa própria vida para o patrimônio alheio. O patrão vem para uma mesa de negociação mostrar pedidos indecentes e nós não aceitamos isso. Eles têm que nos respeitar”, disse em participação no programa Revista da Tarde, na Rádio Jornal.

A manifestação é um alerta, servindo também de repúdio aos patrões que desde 2017 estão em negociação com a categoria, porém, não apresentam uma proposta concreta.

“Eles querem tirar direito. Hoje um ponto que falta na nossa convenção coletiva a ser fechada é a hora noturna reduzida, o patrão quer dar 2,07% de aumento e retirar R$ 145 e eu pergunto, que aumento é esse?”, questionou o presidente.

O Sindvig fica localizado na Rua Barão da Boa Vista, 204, no bairro Gercino Coelho, próximo à Praça da Ambiental. Desde o primeiro semestre a categoria vem realizando paralisações pedindo melhorias salariais e o retorno dos direitos suprimidos com a reforma trabalhista.

Deixe uma resposta