Adalberto Cavalcanti celebra vitória na Justiça: “Deus não falha”

Ex-deputado federal celebrou vitória na Justiça (Foto: Ascom)

O ex-prefeito de Afrânio (PE), Adalberto Cavalcanti (Avante) foi absolvido, na terça-feira (18), pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), no processo que investigava uma denúncia de “rachadinha” enquanto era Prefeitura da cidade. Os ministros acolheram o parecer da Procuradoria Geral da República (PGR), entendendo que não há provas de que o crime tenha ocorrido.

“Em 2005 coloquei um funcionário em Extrema. Ele trabalhava 15 dias e botou um amigo dele para trabalhar em 15 dias. Eles dividiam o salário, eu não sabia e foram me denunciar”, disse Adalberto, em entrevista por telefone ao programa Super Manhã com Waldiney Passos nessa quarta-feira (18).

“Fui absolvido por 3×0, isso mostra que não tive responsabilidade nenhuma. Deus não falha, pode ter certeza absoluta“, afirmou. Com isso, Adalberto que também é ex-deputado federal e estadual mantém a posição de pré-candidato à Prefeitura de Afrânio em outubro desse ano.

“A força política está aqui nesse palanque”, afirma Lucas Ramos em ato do PSB, em Petrolina

Lucas Ramos destacou força política da oposição

Aniversariante da sexta-feira (14), o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) fez um discurso firme contra o Governo Federal, destacou a atuação dos socialistas na oposição às matérias como reforma da Previdência e ironizou a chamada força política dos Coelho, cujo líder do Senado é Fernando Bezerra Coelho, pai do atual prefeito de Petrolina, Miguel Coelho.

Pleiteando a Prefeitura local, Lucas foi firme. “Quando a gente liga o rádio, escuta o noticiário e lê o jornal ouve muito falar sobre a força política. A força política está aqui nesse palanque“, afirmou citando a presença dos prefeitos de Lagoa Grande, Afrânio, Dormentes, Santa Maria da Boa Vista, Santa Filomena e outros locais.

União da Oposição

Se o sertanejo é forte, ele precisa se unir e união é o que a gente vai pregar nessa cidade. As forças politicas de oposição de Petrolina, formadas por Odacy Amorim, Dulcicleide Amorim, Cristina Costa, Gabriel Menezes, Gilmar Santos, Julio Lóssio, Paulo Valgueiro, Elismar e ainda com a nossa força política e é exatamente o que a gente vai defender: união“, disse.

Lucas já deixou clara sua intenção de concorrer à Prefeitura e é o provável candidato do PSB, tendo inclusive o apoio do deputado federal Gonzaga Patriota, seu colega de partido. Porém, a Oposição ainda não bateu o martelo se irá com uma única candidatura ou apresentará várias em Petrolina.

Prefeitos do Sertão se filiam ao PSB com presença de Paulo Câmara e lideranças socialistas

Prefeitos do Sertão se filiam ao PSB (Foto: Blog Waldiney Passos)

Depois de vários compromissos em Petrolina, a passagem de Paulo Câmara (PSB) pela cidade na sexta-feira (14) foi encerrada com a filiação de prefeitos ao partido. O evento contou com a presença de deputados federais e estaduais, lideranças do PSB, além de pré-candidatos a Câmara de Vereadores.

LEIA TAMBÉM

Presente em ato de filiação do PSB, Julio Lóssio fala em “unir forças” pelo Brasil

Josimara Cavalcanti, prefeita de Dormentes; Humberto Mendes, prefeito de Santa Maria da Boa Vista; Cleomatson Vasconcelos de Santa Filomena; Rafael Cavalcanti de Afrânio e Vilmar Cappellaro de Lagoa Grande agora estão lado a lado com o Governo de Pernambuco, já que integram o PSB.

“Quero cumprimentar todos os novos filiados. É bonito você chegar numa sexta-feira de noite, numa semana que não deve ter sido fácil pra ninguém e é um evento político. O que é muito importante num ato como esse é a gente continuar acreditando, acreditando que as mudanças tão necessárias para melhorar a vida do nosso povo, nós vamos fazer juntos, fazendo a boa política”, afirmou.

Além dos gestores – que buscarão a reeleição – pleiteantes a vagas no Poder Legislativo também se filiaram. O nome mais celebrado da noite foi o de Leninha, do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariados (STTAR) de Petrolina.

Presente em ato de filiação do PSB, Julio Lóssio fala em “unir forças” pelo Brasil

Ex-prefeito se aproximou dos socialistas (Foto: Blog Waldiney Passos)

Julio Lóssio (PSD) marcou presença no ato de filiação de alguns prefeitos ao PSB, realizado na noite de sexta-feira (14), em Petrolina. O ato contou com a presença do governador de Pernambuco, Paulo Câmara. Lóssio disse ter prestigiado o colega Lucas Ramos, deputado estadual pelos socialistas, que fez o convite e também era o aniversariante do dia.

LEIA TAMBÉM

“O futuro tem como base uma educação pública de qualidade”, afirma Paulo Câmara

Durante visita de Paulo Câmara, Miguel Coelho discorda de discurso sobre Compesa e rebate críticas de Lucas Ramos

Ponte de Bodocó deve estar pronta em março, segundo Paulo Câmara

Em Petrolina, Paulo Câmara destaca investimentos do Governo do Estado na educação

Essa aproximação do ex-prefeito de Petrolina com o PSB esquenta ainda mais as conversas de bastidores: a oposição vai unida ou cada partido irá com candidaturas próprias? Segundo Lóssio uma aliança é o caminho, em especial para combater as ações do Governo Federal.

LEIA MAIS

Valgueiro acredita em candidatura de Lóssio e afirma que ex-prefeito “vai estar jogando para ganhar”

Valgueiro caminhará ao lado de Lóssio, antigo aliado político (Foto: Blog Waldiney Passos)

Os trabalhos na Câmara de Vereadores foram retomados na última terça-feira (4), com a primeira sessão do ano. Em meio às expectativas de debates acalorados, por ser ano eleitoral, as conversas nos bastidores da Casa Plínio Amorim giram em torno das possíveis candidaturas em outubro.

LEIA TAMBÉM

Líderes afirmam que bancadas de Oposição e Situação não vão mudar postura em 2020

Líder da Oposição e aliado político de Julio Lóssio, Paulo Valgueiro (MDB) disse acreditar na candidatura do ex-prefeito, apesar de Lóssio. “Ele deixou mais ou menos claro no café da manhã, respondeu através da imprensa. Ele perguntava se o pessoal acreditava se Miguel ia disputar em 2020, se Odacy [Amorim] ia e a mesma coisa servia para ele também. Com certeza a gente vai estar no jogo, vai estar jogando para ganhar, não só para disputar”, disse.

Saída do MDB

Com a chegada de Miguel Coelho ao MDB, Valgueiro já havia dito que deixaria o partido no qual estava há anos. O próximo partido deve ser o PSD, atual casa de Lóssio. “A gente vai ter esse mês de fevereiro para aprofundar as conversas e em março a gente busca a nossa agremiação para disputa das eleições, que deverá ser a mesma em que milita o ex-prefeito Julio Lóssio”, destacou.

Liderança do PT afirma que “ninguém toma essa eleição de Miguel”

Com a presença das principais lideranças do Partido dos Trabalhadores, teve início ontem (07), no Rio de Janeiro, o Festival PT 40 anos. Nesta sexta-feira, primeiro dia do evento, que seque até este domingo (09), quando haverá uma puxada com o bloco “Vai dar PT”,  nossa reportagem conversou com uma liderança de Pernambuco, que ao avaliar o cenário eleitoral em Petrolina afirmou que “ninguém tira essa eleição de Miguel”, em alusão a reeleição de Miguel Coelho, que é bem avaliado pela população e pelas pesquisas.

Ainda de acordo com esta liderança, com este cenário fica difícil até mesmo levar a vereadora Cristina Costa a cometer o erro de sair candidata a prefeita e ficar sem mandato, o que seria muito ruim para ela, pois isso poderia prejudicar uma futura eleição da vereadora para deputada em 2022.

“Talvez ela (Cristina Costa), sair candidata seria importante para consolidar o nome para 2022, mas ficar sem mandato também seria um risco muito grande”, afirmou a fonte.

Diante deste cenário, a leitura que nós fazemos é que, com Cristina Costa fora do páreo, o PT só teria dois caminhos a seguir em Petrolina: lançar mesmo o nome de Odacy Amorim, que perdendo a terceira eleição seguida sairia enfraquecido do processo, ou coligar com outro partido, compondo a chapa majoritária com um candidato a vice.

Gabriel Menezes desmente aproximação com PT e confirma presença no pleito de outubro

Vereador desmente aproximação com PT (Foto: Blog Waldiney Passos)

Por um tempo especulou-se a saída de Gabriel Menezes do PSL, ex-partido de Jair Bolsonaro. Hoje (7) durante uma entrevista no programa Repercutindo com Daniel Campos, na Rádio Jornal Petrolina, o vereador confirmou que continua no partido e foi além: confirmou que estará na disputa pela Prefeitura em outubro.

“Continuo no PSL, nos próximos dias teremos a nomeação da nova Diretoria no âmbito local. O PSL defende candidatura própria e estamos trabalhando no nosso grupo para elegermos três ou quatro vereadores, renovando as cadeiras do Legislativo Municipal a partir de 2021“, afirmou.

Respeito por Cristina, mas sem aliança

Na noite de quinta-feira (6) o edil esteve com a colega da Oposição, Cristina Costa (PT) cumprindo agenda na Casa Plínio Amorim. Isso deu início a um ruído, acerca de uma possível aliança entre PSL e PT, fato desmentido por ele. “Não existe qualquer conversa nesse sentido, o que houve ontem foi o entendimento entre dois bons amigos, colegas de legislatura, onde há um respeito mútuo muito grande. Torço para que Cristina sempre tenha êxito, Petrolina conhece o seu trabalho. A gente democraticamente também vai oferecer o nosso nome no pleito de 2020″, ressaltou.

Eleições 2020

Para quem não se recorda, Gabriel está em seu primeiro mandato na Câmara de Vereadores e é contrário à reeleição. Sendo assim, não estando na disputa por uma vaga no Legislativo, ele seguirá rumo à Prefeitura de Petrolina. Em 2018 ele tentou uma cadeira na Assembleia Legislativa de Pernambuco, sem sucesso.

Homem de grupo, Aero Cruz afirma que irá ao partido que Miguel Coelho sugerir

Em seu primeiro mandato, líder avaliou seu trabalho (Foto: Jean Brito/ASCOM)

O vereador Aero Cruz, hoje no PSB, é um homem de grupo e nunca escondeu isso. Aliado do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) e do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), o líder da Bancada de Situação deve mudar de sigla para a eleição de outubro e já deixou claro: vai para onde seus chefes pedirem.

LEIA TAMBÉM

Líderes afirmam que bancadas de Oposição e Situação não vão mudar postura em 2020

“Meu partido é o partido do grupo de Fernando Bezerra e o partido que Miguel Coelho disser. Estou no PSB, mas aonde o prefeito Miguel Coelho dizer ‘Aqui é onde nós vamos marchar e andar’, é para esse partido que eu vou“, disse ao Blog.

Em seu primeiro mandato, Aero foi escolhido pelo Governo Municipal como Líder, substituindo o experiente Ruy Wanderley (PSC). Mesmo sem muita experiência na Câmara, mas carregando o sobrenome Cruz, recebeu elogios dos colegas de bancada e da Oposição por sua atuação.

Produzi muito durante esses três anos, agradeço muito a confiança do prefeito em me colocar [nesse posto]. A gente vê vereadores de três, quatro e até cinco mandatos aqui, agradeço também aos vereadores pelo respeito e por aceitarem a minha liderança“, conclui.

Líderes afirmam que bancadas de Oposição e Situação não vão mudar postura em 2020

Líderes falam da expectativa para 2020 na Casa Plínio Amorim (Foto: Blog Waldiney Passos)

Nem bem começou o ano e a bancada da Situação já derrubou um Requerimento da Oposição. E os embates entre a Oposição e Situação devem se intensificar em 2020, já que é ano eleitoral. O Blog Waldiney Passos conversou com os dois líderes para saber a expectativa de cada um acerca dos colegas.

Secretário de Governo e Agricultura levou mensagem do prefeito

Oposição fiscalizadora

Segundo Paulo Valgueiro (MDB), a Oposição não vai mudar sua forma de atuar. “A gente vai continuar com a mesma forma de trabalhar do três anos anteriores, apresentando propostas importantes, pedidos de informação, projetos que possam melhorar a condição de vida dos trabalhadores. Lógico que esse ano é diferenciado, porque a gente busca a renovação dos nossos mandatos e isso pode deixar os debates mais acalorados“, afirmou.

Valgueiro quer, mesmo nas proximidades das eleições, que o debate seja produtivo e não vá para o campo pessoal. “Que não parta para o pessoal. A gente espera um ano um tanto acalorado, mas que a gente possa mesclar: o trabalho legislativo, com o período eleitoral”, antecipou.

Situação não quer confusão

Assim como na Oposição, a Situação deve-se manter fiel à sua postura vista anteriormente. “A gente vai procurar de uma certa forma fazer o que nós fizemos em 2019, que é trabalhar em prol da população com as Indicações e Requerimentos e os projetos do Executivo. A gente sabe que em ano eleitoral os ânimos ficam mais acirrados”, disse.

Aero prevê a “Oposição vindo pra cima”, mas espera respeito ao debate. “A gente vai procurar o foco do trabalho, de continuar trabalhando e continuar apoiando o prefeito Miguel Coelho nos seus projetos. A gente tem certeza que fazendo isso a gente vai ter o reconhecimento da população na hora certa”, finalizou.

Osório Siqueira prevê “ano de mais discussões” na Câmara de Petrolina

Presidente falou da expectativa para 2020 (Foto: Blog Waldiney Passos)

O ano legislativo de 2020 em Petrolina teve início nessa terça-feira (4), com a primeira sessão ordinária. 2020 é marcado pela eleição municipal, tema que dominou os bastidores da política na volta aos trabalhos. O pedido do presidente da Casa Plínio Amorim, Osório Siqueira (PSB) é que as duas bancadas saibam deixar de lado as “picuinhas”.

“Esse ano a gente volta com a expectativa maior, é ano de eleição. Com certeza vai ser um ano de mais discussões, vão ser mais acirrada as sessões. A gente pede que todos fiquem com o foco voltado às matérias que vão estar na puta e coisas que tragam benefício à população“, afirmou Osório durante coletiva de imprensa.

Sobre os trabalhos de 2019, o presidente da Câmara destacou os mais de dois mil pedidos apresentados pelos edis. “A gente volta com a expectativa maior, ano passado foi um ano de muitas matérias de todos os vereadores. Em todas as matérias os vereadores solicitaram melhorias aos bairros. A gente sabe que nenhum prefeito tem o poder de atender todas as solicitações dos parlamentares”, disse.

De olho em outubro, Lóssio adota cautela sobre pré-candidatura à Prefeitura de Petrolina

Ex-prefeito ainda esconde o jogo (Foto: Arquivo)

O ex-prefeito de Petrolina e candidato a Governador de Pernambuco em 2018, Julio Lóssio (PSD) reuniu a imprensa nesse sábado (1º) buscando voltar aos holofotes da política local. Ainda sem confirmar sua pré-candidatura em outubro, Lóssio teceu críticas à atual gestão, lembrou suas ações enquanto gestor e falou da oposição.

Nos bastidores ele já se encontrou com vários possíveis pleiteantes à Prefeitura e não escondeu o jogo. “Quando se tá na corrida você não pode botar o pé para atraplhar. Numa eleição com possibilidade de segundo turno é normal e é salutar que nós tenhamos vários candidatos. Nós temos conversas. Já conversei com Odacy Amorim, com Lucas Ramos, com Gabriel [Menezes] e com Gonzaga [Patriota] que têm preocupações no desmonte da área social”, afirmou.

A respeito de sua pré-candidatura, Lóssio foi cauteloso. “Pode acontecer tudo, inclusive nada. A gente vai tomar a decisão na hora certa. Todo ex-prefeito é um candidato natural. Todo mundo fica muito ansioso, mas a ansiedade atrapalha as coisas. Nós vamos construir junto com os demais pré-candidatos um jogo que permita um jogo salutar a cidade“, disse.

Reunião de grupo ligado a Miguel Coelho aquece articulações para eleições de 2020

Encontro chamou atenção nos bastidores da política (Foto: Reprodução/Tribunna)

As eleições municipais acontecem apenas em outubro, porém, nos bastidores da política as articulações estão intensas. Em Petrolina, um “encontro de amigos” na quinta-feira (30) chamou atenção. Nela estavam presentes o ex-prefeito e deputado federal Guilherme Coelho (PSDB), os vereadores Alvorlande Cruz (PSL) e José Batista da Gama (PDT), além do secretário de Governo e Agricultura, Simão Durando e o assessor especial da Prefeitura, Orlando Tolentino.

A reunião do quinteto chama atenção pelo momento de véspera eleitoral, mas segundo a jornalista Cinara Marques do Portal Tribunna, na pauta estava a montagem dos partidos para o segundo semestre. O grupo está alinhado com o prefeito Miguel Coelho (MDB), Simão inclusive teve seu nome especulado como possível candidato a vice do atual gestor.

Eleições 2020

Nesse ano Petrolina pode ter, pela primeira vez, segundo turno. Miguel já afirmou que buscará continuar seu trabalho à frente da Prefeitura, no lado da oposição surgem nomes como Lucas Ramos (PSB), Odacy Amorim (PT) e Julio Lóssio (PSD). O PT ainda não definiu se lançará candidatura solo ou permanecerá aliada ao PSB.

Candidato a vereador em três ocasiões, Augusto Ribeiro faz alerta a eleitores: “A gente precisa ter consciência do voto que vai dar”

Representante dos bancários não quer mais carreira política (Foto: Blog Waldiney Passos)

Presidente Sindicato dos Bancários de Petrolina e Região (SEEB), Augusto Ribeiro não quer mais ingressar na vida política. Candidato a vereador de Petrolina em três ocasiões – 2000, 2004 e 2008 – sempre filiado ao PV, partido no qual ingressou há 24 anos e ainda permanece, o servidor público alega o descontentamento com o atual sistema político como razão para não pleitear uma vaga em 2020.

“Tenho pessoas que me admiram, continuo no PV. Tenho 24 anos no PV, postulei três vezes. Papai do Céu não me quis, não quero mais de forma nenhuma. A gente busca fazer uma campanha exitosa, procura espaço na Câmara de Vereadores e a gente não tem uma estrutura financeira ou padrinhos políticos“, disse no programa Super Manhã com Waldiney Passos dessa quinta-feira (30), na Rádio Jornal Petrolina.

Sistema é caro

Na visão de Augusto, que é representante dos bancários da cidade, o eleitor é inteligente, mas o sistema político torna a votação “comprada”. “Nunca tive padrinhos políticos de me patrocinar e contribuir. O eleitor é um eleitor que ajuda, o povo é inteligente, mas a política do Brasil é muito difícil, se tornou cara e comprada. Tem que se ter dinheiro e estrutura“, pontuou.

Por fim, ele deixou um recado aos petrolinenses que vão às urnas em outubro. “Existe o eleitor que você tem o voto de opinião, mas você termina entrando numa rota diferente do que a política essencialmente foi criada. Arrumar cargos, empregos, oportunidades empresariais. Isso nunca foi meu objetivo. Há 38 anos sou funcionário da Caixa Econômica Federal, entrei pelo concurso público e eu acho que a meritocracia deve existir na política. A gente precisa ter consciência do voto que vai dar“, finaliza.

Presidente estadual do PT não descarta aliança com PSB em Petrolina

Doriel citou possibilidade para pleito de outubro (Foto: Jarbas Araújo/Alepe)

Enquanto os membros do PT e PSB não decidem qual rumo tomarão nas eleições de 2020 – uma candidatura própria ou aliança como em 2018 – o presidente da executiva estadual do Partido dos Trabalhadores, o deputado estadual Doriel Barros não descarta uma união aqui em Petrolina. Em entrevista por telefone ao programa Super Manhã na Rádio Jornal dessa quarta-feira (29), Barros foi enfático: há sim uma possibilidade de junção com Lucas Ramos (PSB).

LEIA TAMBÉM

Odacy Amorim propõe discussão sobre aliança entre PT e PSB para 2020

A ideia da Executiva Nacional é lançar o máximo de candidaturas possíveis em outubro, contudo em Pernambuco há um cenário peculiar, tanto na capital quanto em Petrolina. Nesses municípios há pleiteantes – Marília Arraes e Odacy Amorim – galgando candidaturas próprias, ideia ainda não aprovada pelo partido.

LEIA MAIS

Eleição em Belém do São Francisco pode ter empresário disputando Prefeitura

As movimentações nos bastidores da política sertaneja seguem intensas. Na eleição de outubro para Prefeitura de Belém do São Francisco, o empresário Calby Cruz, ainda sem partido, pode lançar seu nome para o cargo mais alto da cidade.

Ele é dono do Bônus Supermercado, em Petrolina, e da fazenda Caraibeiras. Calby chega como um outsider no universo político. No município, seu nome vem sendo ventilado por parte da população e pleiteantes que apostam na renovação em 2020. Ainda não há informações concretas se Calby de fato concorrerá a algum cargo.

O nome do empresário já chegou a ser lembrado em pesquisas políticas. O próximo passo da sua investida política é se filiar a um partido ainda nesse semestre. Ele pode repetir o caminho de Clebel Cordeiro (MBD), em Salgueiro, que chegou à Prefeitura depois te ser se consolidado no município como empresário e dirigente esportivo.

12345