Câmara de Vereadores de Petrolina presta homenagem a servidor assassinado no final de semana

Quarteto confessou crime cometido no sábado passado, em Petrolina (Foto: Reprodução/Polícia Civil)

Momentos antes da coletiva de imprensa da Polícia Civil de Petrolina que apresentou informações sobre os suspeitos de matar Marcos César Zefino de Souza morto no último sábado (2), a Câmara de Vereadores prestou uma homenagem ao servidor da Prefeitura Municipal na primeira sessão de 2019.

“Venho aqui por motivo de revolta como toda Petrolina pelo acontecido do último sábado e venho de forma verbal fazer esse Requerimento, dar essa Moção de Pesar a toda família do meu amigo Marcos César que foi brutalmente assassinado. Ele era um homem íntegro, que desde a minha chegada na igreja ele me ajudou muito, me deu muitas palavras de fé e foi uma das pessoas que me incentivou a chegar onde estou”, destacou o vereador Alex de Jesus (PRB), autor da homenagem.

LEIA TAMBÉM:

Presos, suspeitos de matar servidor da Prefeitura não demonstraram arrependimento segundo polícia

De acordo com o edil, a prisão dá um sentimento de justiça aos familiares e amigos do motorista. O Requerimento verbal foi aprovado por 16 votos a zero, juntamente com as Indicações e Requerimentos escritos que constavam na pauta de ontem (5).

Marcos Cesar foi brutalmente assassinado no Park Jatobá enquanto fazia suas caminhadas matinais. Os criminosos confessaram o crime, entretanto não mostraram arrependimento, segundo o delegado da Delegacia de Homicídios, Gabriel Sapucaia. Os quatro acusados de cometer o latrocínios tiveram suas prisões em flagrante convertidas em preventiva, após audiência de custódia.

Manoel da Acosap apresenta Moção de Pesar a família morta em acidente no N4 e cobra autoridades

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O trágico acidente que vitimou mãe e filho no último domingo (8) na PE-647, entrada do Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 04 repercutiu na Câmara de Vereadores de Petrolina. Manoel da Acosap (PTB) apresentou uma Moção de Pesar aos familiares de Josicleide Cordeiro de Magalhães e seu filho Ruan Pedro de Magalhães.

Manoel foi vizinho de Josicleide e se emocionou ao apresentar o Requerimento nº 274/2018. Segundo o edil, é de extrema urgência alguma providência para melhorar a sinalização no local. “É questão de vida, as autoridades competentes tomem providência o mais urgente”, afirmou.

Ainda de acordo com Manoel, outras agrovilas e estradas da zona rural possuem redutores de velocidade e sinalização, menos a rodovia do N4. “A única rodovia que não tem sinalização e essa do N5 e N4, as vidas que se foram não voltam mais” e completou que aquela estrada “é o corredor da morte”.

A Moção foi aprovada por 12 votos a zero, juntamente com as Indicações e demais Requerimentos colocados em pauta nessa terça-feira (11).

Maria Elena apresenta Moção de Pesar por mortes de Lourdes Patriota e Manoel Moreira

Edil lembrou dos serviços prestados ao município por Lurdinha e Moreira (Foto: Blog Waldiney Passos)

A vereadora Maria Elena (PRTB) apresentou suas Indicações colocadas na pauta de sessão dessa terça-feira (4) e aproveitou para lembrar duas mortes que Petrolina teve nos últimos dias. Lourdes Patriota, irmã do deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) e Francisco Moreira, da Laborfilmes, faleceram no final de semana.

LEIA TAMBÉM:

Morre Francisco Moreira Teixeira, ex-presidente da Câmara de Dirigentes Logistas (CDL) de Petrolina

Em nota, Gonzaga Patriota lamenta morte de sua irmã

“Lourdinha Patriota foi moradora e comerciante histórica da Areia Branca. Nesse final de semana Lourdinha veio a falecer ainda jovem. Quero externar aos familiares o meu pesar. Outro é o nosso conhecido Moreira, fotógrafo, deixo meu voto de profundo pesar, destacou Elena.

A vereadora pediu a sensibilização dos edis para aprovar a Moção de Pesar proposta por ela, que deve ser encaminhada aos familiares de Lourdes e Moreira. Antes de concluir sua fala, lembrou o último encontro que teve com o fotógrafo, durante um evento político e destacou a alegria do empresário.

Vereador Amadeus apresenta moção de pesar pela morte do sargento Givaldo Araújo

Sargento Givaldo Araújo. (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Abatido, o vereador Amadeus dos Santos Silva (PSD), deu entrada na sessão extraordinária da Câmara Municipal de Juazeiro, na última quinta-feira (28), de uma moção de pesar pela inesperada morte do Sargento PM da Reserva Givaldo Araújo de Almeida, de 60 anos, mais conhecido como “Cuncun”, brutalmente assassinado na madrugada de terça-feira (26), durante uma tentativa de assalto, ao empresário para quem prestava segurança.

Amadeus, que é cunhado de “Cuncun”, como era conhecido o Sargento Givaldo, diz que o assassinato foi “um golpe” que “não pode ficar impune”, esperando que “a Polícia aja com celeridade e a Justiça com rigor para punir os criminosos”.

Um jovem de 19 anos, foi preso na manhã de quarta-feira (27), na cidade de Petrolina, acusado de ser o autor do crime. A informação é da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA). De acordo com a SSP-BA, Eriscleiton Siqueira Ferreira, realizou diversos roubos em Juazeiro e em um deles, matou o sargento da reserva da PM, Givaldo Araújo de Almeida.

Câmara aprova Moção de Pesar pelo falecimento da mãe do secretario Eduardo Carvalho

De autoria do vereador Ronaldo Silva (PSDB), os vereadores de Petrolina aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira (9), Moção de Pesar, ao secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Eduardo Carvalho, em solidariedade pelo falecimento de sua genitora ocorrido no último final de semana.

“Só quem perde  sabe a dor de um filho perder uma mãe, eu já passei por isso e não é uma coisa muito boa não, é uma dor inexplicável”, lamentou.