Unidade de Saúde do João Paulo II realiza atividades voltadas para Outubro Rosa

(Foto: Internet)

Durante o mês de outubro uma série de atividades foi programada pelas Unidades Básicas de Saúde. (Foto: Internet)

Na manhã desta sexta-feira (14), a Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro João Paulo II, em Juazeiro (BA), realizou atividades alusivas ao Outubro Rosa para as pacientes que aguardavam atendimento na sala de espera da unidade. Na ocasião, a equipe organizou palestra sobre a importância da prevenção do câncer de mama, vídeos educativos sobre o assunto, além de sorteio de brindes.

A enfermeira da unidade Livia Teles, destacou a importância da atividade. “Foi uma manhã muito divertida e também esclarecedora sobre o assunto. Fizemos diversas brincadeiras com nossas pacientes e tiramos todas as dúvidas sobre a doença. É importante que as Unidades de Saúde de Juazeiro realizem ações como estas para chamar a atenção das mulheres para o autoexame e a realização da mamografia. A mulher precisa cuidar da sua saúde”, disse.

Durante o mês de outubro uma série de atividades foi programada pelas Unidades Básicas de Saúde de Juazeiro para promover a conscientização para a prevenção do câncer de mama e de colo de útero.

 Sobre o Câncer de Mama

O câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve na mama como consequência de alterações genéticas em algum conjunto de células da mama, que passam a se dividir descontroladamente. O câncer da mama é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres em todo o mundo, sendo 1,38 milhões de novos casos e 458 mil mortes pela doença por ano, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Mulheres com idade entre 40 e 49 anos devem realizar o exame clínico das mamas anualmente, com profissional de saúde capacitado (médico ou enfermeiro) nas Unidades Básicas de Saúde, caso seja diagnosticada alguma alteração suspeita o profissional solicitará uma mamografia para confirmação diagnóstica. Já as mulheres entre 50 e 69 anos, são recomendadas as mamografias de rastreamento a cada dois anos.

Com informações da ASCOM

Deixe uma resposta