Univasf torna-se membro do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB)

730x270_stretch_coimbra

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) é uma das novas integrantes do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB), formado por 77 Instituições de Ensino Superior (IES) associadas, de todas as regiões do Brasil.

A adesão da Univasf ao GCUB foi aprovada na IX Assembleia Geral da Associação, realizada na Università di Parma, em Parma, na Itália, no último dia 28 de outubro. O comunicado oficial do ingresso da Univasf no GCUB foi recebido esta semana pelo reitor Julianeli Tolentino de Lima.

Além da Univasf, aderiram ao grupo a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), a Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). As propostas de adesão ao GCUB são apreciadas uma vez por ano, durante a Assembleia Geral. O Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras tem como missão promover a integração interinstitucional e internacional, por meio de programas de mobilidade docente e discente, contribuindo para o processo de internacionalização da rede universitária nacional com instituições estrangeiras. O processo de adesão de uma IES ao GCUB envolve uma série de etapas e inicia com o convite de uma instituição membro da associação. A adesão da Univasf teve início em junho deste ano, com uma consulta da então presidente do GCUB, a reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Maria Paiva Cruz, sobre o interesse da Univasf em tornar-se membro do grupo.

O assessor de Relações Internacionais da Univasf, professor Isnaldo Coêlho, ressalta que a adesão ao GCUB é de grande relevância para a Universidade, que acaba de completar 12 anos de atividades acadêmicas e está presente nos estados de Pernambuco, Bahia e Piauí. “Ser membro do GCUB representa, entre outros aspectos, ter acesso a programas de internacionalização que envolvem países da América Latina, do Caribe e da União Europeia, além de contar com o apoio de patrocinadores, colaboradores e parceiros como órgãos governamentais, organizações internacionais e outras redes universitárias”, afirma.

Grupo Coimbra de Universidades BrasileirasO GCUB foi formalmente constituído como associação de dirigentes universitários em 27 de novembro de 2008, durante solenidade acadêmica no Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Coimbra. É composto por universidades nacionais – federais, estaduais, confessionais e comunitárias. Algumas das mais importantes universidades brasileiras da atualidade compõem o conjunto de 77 instituições associadas, com 55 Universidades Federais, 16 Universidades Estaduais e 6 Universidades Comunitárias e Confessionais. Além disso, o GCUB engloba mais de um milhão de estudantes matriculados em cursos de graduação e comporta mais de 90% dos programas de pós-graduação Stricto-sensu e dos grupos de pesquisa consolidados nas universidades do país.

Com informações de AsCom

Deixe uma resposta