Vereador Gilmar Santos volta a cobrar do Executivo mais valorização para artistas locais

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Em sua fala durante a apresentação de suas Indicações e Requerimentos, o vereador Gilmar Santos (PT) voltou a cobrar a Prefeitura de Petrolina sobre a cultura. Na semana passada o Blog mostrou uma reunião do edil com o secretário de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE), Emício Júnior e representantes do Turismo e Esporte.

LEIA TAMBÉM:

Em nota, SECULTE esclarece informações sobre reforma da Biblioteca Municipal e construção do Teatro

Vereador Gilmar Santos cobra da Prefeitura mais políticas públicas para cultura

Hoje (7) na sessão, Gilmar apresentou o Requerimento nº 149/2018 reivindicando do prefeito Miguel Coelho e a Emício que apresentem o calendário de reuniões do grupo de trabalho que está contribuindo para o Conselho Municipal de Cultura.

Segundo o edil, a pasta tem se mostrado despreocupada com a cultura local, especialmente no que diz respeito a valorização dos artistas petrolinenses. “Artistas muitas vezes são tratados como mendigos, tendo que pedir ao secretário qualquer tipo de contribuição, quando na verdade tem dinheiro de sobra para fazer esses grandes investimentos“, afirmou.

Para Gilmar, a preocupação com os grandes eventos acaba menosprezando os atores, produtores e representantes da cultura de Petrolina. “A gente percebe é que, os governos municipais, eles têm valorizado os grandes eventos, pagam até meio milhão para o artista tocar durante duas horas, uma hora e meia, quando na verdade os artistas locais não têm qualquer apoio efetivo”, destacou o petista.

De acordo com o edil, cabe ao Conselho Municipal trabalhar para valorizar os pequenos produtores culturais, apresentando demandas para utilização da verba da pasta. “O Conselho de Cultura é um instrumento para que esse recurso seja melhor planejado”, disse ao elogiar a colega de Casa, Maria Elena (PRTB) que foi ex-secretária de Cultura e durante sua gestão o órgão foi mais aberto ao diálogo.

Nenhuma das Indicações ou Requerimentos havia sido aprovado ao término da fala do vereador. As matérias seguem sendo discutidas no plenário da casa.

Deixe uma resposta