Vereador Zé Batista, minimiza alarde sobre o aumento de salário aprovado na Câmara Municipal

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Na última terça-feira (27), foi aprovado por unanimidade um Projeto de Lei para o aumento dos salários do prefeito, vice-prefeito e secretários, na Câmara de Vereadores Plínio Amorim.

A iniciativa causou espanto, por não constar na pauta do dia e pela falta de divulgação. Para o vereador Zé Batista, quem em 2017 assume o cargo de secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, o ajuste é proporcional ao potencial da cidade.

“Viver em uma cidade complexa como Petrolina com quase 350 mil habitantes, com mais de 100 bairros que tem problemas para serem enfrentados. Um secretário não vai se deslocar de Recife ou mesmo de Petrolina, onde está trabalhando, para ganhar 8 mil reais. É uma questão de coerência”.

A lei aprovada começa a valer a partir de 2017. A nova gestão contará com os seguintes salários: prefeito R$ 18 mil, a vice-prefeita R$ 14 mil e os secretários passarão a receber R$ 12 mil reais. O projeto foi elaborado por iniciativa própria da Mesa Diretora da Casa Plínio Amorim.

Um Comentário

  • Sempre Atenmto

    28 de dezembro de 2016 at 20:56

    É não tá saindo do bolso dele por isso é pouco,agora o povão que se fod…,salário de 2016 é de 880,00 e passa em 2017 985,80,olha isto sim que é um grande aumento,este vereador defende o indefensável ,vereador eu ia dizer que o povo não é besta,mais são mas que bestas pois reelegeu o senhor e os demais tiveram a chance de fazer a limpa não se fizeram que se dane.

    Responder

Deixe uma resposta