Vereadores de Petrolina repudiam mensagem disseminada em grupos de WhatsApp sobre “farra de diárias”

Uma publicação nos grupos de WhatsApp da região repercutiu de forma negativa perante os vereadores de Petrolina, na sessão de terça-feira (30). A postagem dizia respeito a uma suposta “farra de diárias” para viagem, praticada por edis da atual legislatura. O fato conseguiu unir Oposição e Situação, que repudiaram a disseminação da informação.

“Nós não podemos agredir as pessoas de forma injusta, agredir a Casa Legislativa banalizando, fazendo um crime contra os edis. É uma injustiça o que estão fazendo, tem o meu repúdio“, disse o vice-presidente Ronaldo Cancão (DEM) já na abertura da sessão.

Requerimento para mostrar transparência

Cristina Costa (PT) que na semana passada havia apresentado um Requerimento cobrando transparência do Poder Legislativo propôs o Requerimento nº 175/2020 e foi enfática. “Solicito que seja encaminhado cópia detalhada de todas as diárias recebidas por minha pessoa nesses três anos e seis meses do meu mandato e aí possamos notificar, a qual trabalho e serviço nós fizemos. A partir do momento que sai farra das diárias parece que a gente está recebendo pra gastar a mercê“, afirmou.

Publicação difama imagem do Poder Legislativo

Osório Siqueira (MDB), presidente da Câmara de Vereadores endossou o pedido para esclarecer os fatos divulgados nas redes sociais. Rodrigo Araújo (Republicanos) apoiou a reivindicação da colega para “que certas pessoas não queiram não chamar a gente de nomes que não merece, quero me incluir [na solicitação“, pontuou.

Líder da Oposição, Paulo Valgueiro (PSD) também comentou sobre o tema. “Isso coloca em cheque toda Casa, muitas pessoas que leram só leram ‘Farra das Diárias’, é uma situação que precisa ter bastante responsabilidade“, declarou. Para Osinaldo Souza (MDB) a postagem difama a Câmara de Vereadores com base em inverdades.

Segundo o vereador Gilberto Melo (DEM) há assessores dentro da própria Casa Plínio Amorim disseminando mentiras. A expectativa é que nos próximos dias os valores sejam divulgados após o pedido de Cristina ser aprovado por 16×0.

Deixe uma resposta