Voluntariômetro pode chegar a Petrolina

GEDSC DIGITAL CAMERA

Empreendedor social Fábio Silva

Um programa social importantíssimo implantado no Recife pode chegar a Petrolina, trata-se do voluntariômetro, ferramenta que serve para medir a quantidade de horas que as pessoas dedicam ao trabalho voluntário.

O projeto tem como objetivo despertar a população para o voluntariado através de uma plataforma na internet que liga as Organizações não governamentais (ONGs) às pessoas com vontade de ajudar.

O coordenador do projeto, Fábio Silva, está em Petrolina, a convite do deputado Miguel Coelho (PSB), visitando a cidade pela segunda vez, ouvindo neste primeiro momento os representantes de entidades, organizações sociais, igrejas, faculdades e universidade, apresentando o projeto e observando se a cidade tem sinergia para construir algo similar. “Que a ideia não é já trazer o projeto e implantar, a ideia é construir esse projeto com todos que fazem o sistema eco social de Petrolina”, disse.

Em visita ao Blog, Fábio informou já ter visitado instituições sociais que já fazem trabalhos significativos e que a aceitação do projeto é de 100%.

O segundo passo seria, provavelmente no primeiro trimestre de 2016, lançar o projeto em Petrolina. “O papo de hoje é mais para que além deles serem escutados, serem multiplicadores, por que se essa adesão acontecer a gente chega no primeiro trimestre do próximo ano com uma força tarefa muito forte”, salienta.

O site do projeto, que deverá ser construído no futuro, vai funcionar como uma rede social que cruza os perfis de interesse com as ofertas de trabalho. No momento da inscrição, o candidato deve informar seu endereço, e-mail, CPF, horários disponíveis e áreas amplas de atuação, que podem ser músicas, esportes, meio ambiente, educação, cultura, proteção de animais, entre outros. Após o cadastro, a plataforma acessa o perfil de vagas e oferece oportunidades de acordo com o interesse do inscrito. O voluntário escolhe, online, os dias e horários para o trabalho e a ONG onde vai prestar o serviço.

 

Deixe uma resposta