Compesa deve ser substituída por estatal, sugere Marcos Heridjânio

Ele criticou o serviço da Compesa (Foto: Blog Waldiney Passos)

Na sabatina dessa quinta-feira (22), o candidato a prefeito de Petrolina pelo PSOL, Marcos Heridjânio enfatizou não ser a favor de manter a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na cidade. Ele pretende, se eleito, criar uma estatal para gerenciar o sistema de água e esgoto.

LEIA TAMBÉM

Candidato a prefeito, Marcos Heridjânio almeja ampliar frota do transporte público de Petrolina

Ele classificou a Compesa como “marginal”. “Só um marginal cobra por um serviço não prestado. Isso é ser estelionatário. A gente vai criar uma estatal, com a presença da população no Conselho”, disse durante a sabatina que encerrou a série de entrevistas com os prefeituráveis.

A estatal proposta funcionaria da seguinte forma: “Nós vamos levar água de qualidade, o saneamento vai ser feita da periferia do Centro. E essa estatal vai ter uma contrapartida social, então vai ser baixo [o valor da tarifa]. Não vai visar lucro, vai visar apoio, ajuda à população e combate as doenças”, pontuou.

Outra meta é ampliar o serviço da estatal para as cidades vizinhas. “A gente vai fazer parceria com outros municípios vizinhos que a Compesa abastece”, afirmou.

Deixe uma resposta