Criada através de lei municipal, Patrulha da Mulher reforça combate à violência no município

Patrulha da Mulher tem 12 guardas e um veículo à disposição (Foto: Blog Waldiney Passos)

Além da inédita Comissão Parlamentar da Mulher, Petrolina ganha também a Patrulha da Mulher criada através de da Lei Municipal 3.020/2018, de autoria da vereadora Cristina Costa (PT). Em atividade há um mês, fazendo rondas e cumprindo medidas protetivas, a Patrulha foi oficialmente implantada nessa terça-feira (12).

A data foi escolhida não por coincidência. Hoje a Casa Plínio Amorim realizou uma sessão solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Os 12 guardas civis municipais que compõem a equipe se fizeram presente na solenidade e o Blog Waldiney Passos conversou com o inspetor Jota Santos, responsável por comandar os trabalhos da Patrulha da Mulher.

LEIA TAMBÉM:

Petrolina ganhará Patrulha Maria da Penha

“Dia 14 e 15 a gente está realizando a capacitação pessoal, a partir dai vamos atuar recebendo demandas da rede de proteção da mulher e nosso desejo é de fazer a visitação, para verificar se as medidas protetivas estão sendo cumpridas”, antecipou o inspetor.

Segundo Jota Santos, a Patrulha da Mulher “será mais um instrumento” no combate à violência e atuará tanto na sede, quanto no interior.  “Esse trabalho é diário e com essas visitas nós esperamos ser mais um instrumento de efetivação não só da Lei Maria da Penha, mas das medidas protetivas que hoje não são acompanhadas”, afirmou.

Para esse início de trabalho a Patrulha da Mulher tem uma viatura à disposição e quem precisar de ajuda da Patrulha pode entrar em contato através do número 153. Ainda segundo o inspetor Santos, a partir deste sábado (16) os agentes estarão nas ruas oficialmente atuando no combate à violência contra a mulher.

Deixe uma resposta