Em resposta a mãe de jovem desaparecido, 2º BIEsp afirma ter aberto procedimento interno para averiguar abordagem policial no Mandacaru 2

PM está apurando abordagem realizada no dia do desaparecimento (Foto: Divulgação/ SDS)

A Polícia Militar de Pernambuco emitiu uma nota ao Blog Waldiney Passos sobre as acusações feitas pela mãe de um dos jovens desaparecidos no bairro Mandacaru 2, em Petrolina. De acordo com a PM, o efetivo do 2º Batalhão Integrado Especializado (BIEsp) estava de serviço no último sábado (11) quando avistou os dois jovens.

LEIA TAMBÉM

Familiares fazem ato cobrando informações sobre jovens desaparecidos no Mandacaru 2

“A patrulha na região visualizou dois jovens e realizou a busca pessoal. Nada de ilícito foi encontrado e eles foram liberados pelos policiais no local”, destaca a nota. Hoje (15) Elizete dos Santos, mãe de Matheus dos Santos esteve presente em uma manifestação e acusou a PM de ter sumido com seu filho e um amigo dele, Lucas Levi, de 20 anos.

Ainda na nota o 2º BIEsp ressalta que no dia 12/01 um homem formalizou uma queixa de desaparecimento e foi aberto um “procedimento investigatório interno para apurar as circunstâncias da referida abordagem policial”. Confira a seguir a íntegra da nota:

“A Polícia Militar esclarece que segundo o efetivo do 2º Batalhão Integrado Especializado (BIEsp) que estava de serviço, no último sábado (11), a equipe patrulhava na região quando visualizou dois jovens e realizou a busca pessoal. Nada de ilícito foi encontrado e eles foram liberados pelos policiais no local.

No entanto, na manhã do domingo (12), a Unidade recebeu um homem formalizando uma queixa sobre o desaparecimento dos dois. Está em andamento, no Batalhão,  um procedimento investigatório interno para apurar as circunstâncias da referida abordagem policial. No que pese a possível conduta dos PMs com os familiares, o 2º BIEsp está aberto para receber denúncias acerca de conduta anti social de sua tropa”.

Deixe uma resposta