Miguel Coelho acredita que ações devem evitar que rejeitos de Brumadinho atinjam São Francisco

Animais e seres humanos continuam sob lama desde sexta-feira (Foto: Rodney Costa/Getty Images)

Presente na audiência sobre o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) nessa terça-feira (29), o prefeito Miguel Coelho comentou a situação de Brumadinho (MG) e se disse preocupado com uma possível chegada dos rejeitos ao rio São Francisco, mas afirmou que a situação vem sendo monitorada.

“A gente está preocupado sim, mas tanto a Defesa Civil Municipal quanto a do Estado têm monitorado [a situação]. A gente tem mantido contato com a Defesa Civil da Bahia também, porque se chega aqui, chega na Bahia antes, para que a gente possa tomar todas as medidas”, informou.

LEIA TAMBÉM:

Plano Municipal de Saneamento é debatido por entidades de Petrolina na manhã de hoje

Segundo o prefeito, as informações federais e estaduais indicam que a possibilidade dos rejeitos atingiram o Velho Chico é pequena. “[As ações são para] que esse sedimento possa ficar contido já na barragem de Baixo Retiro, a primeira antes de chegar em Três Marias e caso chegue em Três Marias eles já estão preparados em fechar a barragem, exatamente para evitar que contamine o São Francisco”, destacou à imprensa local.

Luto

Na visão do prefeito, o momento não é de se precipitar e sim se tomar providências para que novas tragédias como essa não aconteçam. Ele também lamentou as mortes e se mostrou sensível com o acontecimento de semana passada.

“É uma tragédia sem precedentes, a gente ainda estava se recuperando da tragédia de Mariana em menos de três anos mais outra tragédia em Brumadinho. Nossos sentimentos das famílias, tanto das vítimas quanto dos desaparecidos”, concluiu.

Deixe uma resposta