Série A2: Decisão aciona TJD por suposta irregularidade no Petrolina, mas Fera Sertaneja segue focada na final

(Foto: Agência CH)

Primeiro finalista do Campeonato Pernambucano da Série A2, o Petrolina foi denunciado pelo Decisão no Tribunal de Justiça Desportivo (TJD) pela suposta escalação de um atleta irregular. O Falcão protocolou a denúncia na segunda-feira (22), alegando que o zagueiro Alemão deveria ter cumprido suspensão e foi escalado no início do campeonato.

LEIA TAMBÉM:

Presidente do Petrolina, Ronaldo Silva pede apoio da cidade na final da Série A2: “A bandeira hoje é o Petrolina Social Futebol Clube”

Petrolina empata e vai à final da série A2 do Pernambucano

Segundo o responsável pela regularização dos atletas da Fera Sertaneja, Valdir Lins, não há irregularidade na situação de Alemão e classificou a atitude do rival como uma forma de lutar fora de campo pela vaga. “Ele foi suspenso no dia 12 quando jogava pelo América [no sub-20], cumpriu suspensão automática no dia 18 e só entrou no BID do Petrolina no dia 24 de agosto”, comentou ao Blog.

Punição

A diretoria do clube se mantém tranquila quanto à uma possível punição, já que o uso irregular de Alemão ocorreu na primeira fase e a punição conforme prevê o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) é a perda de três pontos. “Por mais que exista a punição, o Petrolina continuaria classificado porque somou 16 pontos” disse Valdir.

O presidente da Fera, o vereador Ronaldo Silva (MDB) conversou informalmente com a nossa equipe durante a sessão e também se disse tranquilo quanto à acusação. O julgamento deve acontecer nesta quinta-feira (25), às 18h.

Na tarde de terça-feira (23) os atletas treinaram normalmente, os goleiros no estádio e os jogadores de linha foram para o treino físico. As finais da Série A2 acontecem na próxima semana, com o jogo decisivo no Estádio Paulo de Souza Coelho, no domingo (4).

Deixe uma resposta