Cirurgias eletivas serão retomadas de forma gradual em Pernambuco a partir de hoje

(Foto: Ascom)

As cirurgias eletivas em Pernambuco serão retomadas a partir desta sexta-feira (18). Elas estavam suspensas desde o mês de março deste ano. A informação foi confirmada pelo secretário estadual de Saúde, André Longo, na coletiva de imprensa de ontem.

“Estamos autorizando a retomada de cirurgias eletivas que estavam suspensas desde 8 de março. Essa retomada será feita de forma gradual, de acordo com a realidade de cada unidade de saúde, levando em consideração a oferta de vagas e também, da necessária adequação dos insumos“, disse o secretário.

Segundo o gestor da saúde, a medida leva em conta as cirurgias que não precisam de anestesia geral e uso mais intenso de kits de intubação. “Estamos dando um passo neste momento e devemos ampliar de acordo com a taxa de ocupação“, afirmou.

Pernambuco: 35 municípios do Sertão terão quarentena mais rígida na próxima semana

(Foto: Hélia Scheppa/SEI)

Na coletiva de imprensa de quinta-feira (10), o Governo de Pernambuco anunciou mudanças no Plano de Convivência com a Covid-19. Regiões como Agreste, Zona da Mata e Metropolitana vão avançar de etapa e com isso, poderão ter o comércio funcionando aos finais de semana.

Já as 35 cidades da Macrorregião 3, no Sertão, onde houve aumento na solicitação de leitos de UTI, haverá uma quarentena mais rígida, a partir de segunda-feira (14). Estão contempladas as Gerências Regionais de Saúde (Geres) VI, X e XI, com sedes em Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, respectivamente.

Desta forma, até 20 de junho, somente poderão funcionar as atividades permitidas no decreto. A Macrorregião 4, no Vale do São Francisco e Araripe, segue no esquema atual, sem novas restrições. “Vamos acompanhar o desenvolvimento desses números para reavaliar a situação”, justificou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Pernambuco: medidas restritivas seguirão até 13 de junho

(Foto: Hélia Scheppa/SEI)

As medidas restritivas seguirão em Pernambuco até o dia 13 de junho. Na coletiva de imprensa, realizada na quarta-feira (2), o secretário estadual de Saúde, André Longo informou que foi preciso endurecer as proibições em algumas regiões, como o Sertão.

No Sertão, a afetada é a Macrorregião 3 (englobando Arcoverde, Serra Talhada e Afogados da Ingazeira), que terá restrições aos sábados e domingos, quando somente serviços autorizados podem funcionar. O Agreste também seguirá com as medidas já impostas. No Sertão do São Francisco, não há mudanças.

Onde muda?

Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Inajá, Jatobá, Manarí, Pedra, Petrolândia, Sertânia, Tacaratu, Tupanatinga, Venturosa, Afogados da Ingazeira, Brejinho, Carnaíba, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, Quixaba, Santa Terezinha, São José do Egito, Solidão, Tabira, Tuparetama, Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte, Serra Talhada e Triunfo seguirão com restrições do comércio ao final de semana, até 13/06.

LEIA MAIS

PE comunica Ministério da Saúde sobre suspeita de possível variante no Agreste

Durante a coletiva de imprensa de quinta-feira (27), o secretário estadual de Saúde de Pernambuco, André Longo, informou que o aumento de casos da Covid-19 no Agreste pode indicar a existência de uma nova variante no Estado.
A suspeita já foi informada ao Ministério da Saúde, segundo Longo.

LEIA TAMBÉM

Variante indiana da Covid-19 é registrada no Maranhão

“Os dados do Agreste nos faz pensar até em uma circulação de uma nova variante em Pernambuco“, disse. A SES-PE pediu que seja feito o sequenciamento genético pelo Ministério da Saúde, para confirmar ou não a existência dessa nova variante.

Caso haja confirmação, Longo informou que espera o mesmo tratamento dado pelo Governo Federal aos estados do Maranhão e a Manaus, com maior recebimento de vacinas e insumos para tratamento e identificação da doença.

Restrições das atividades econômicas seguirão até 6 de junho em Pernambuco

O Governo de Pernambuco prorrogou, até 6 de junho, as medidas restritivas em vigência. A decisão tem como base os números preocupantes nas UTIs do estado. A iniciativa contempla todas as regiões do Estado, exceto a 2ª Macrorregião, no Agreste, que segue com um decreto específico.

Durante a coletiva de imprensa, realizada na quinta-feira (20), o secretário estadual de Saúde, André Longo lembrou que regiões como o Agreste ainda possuem dados em alta. “No Agreste houve um aumento [dos casos de SRAG] de 10%”, disse.

Restrições

Portanto, por mais 15 dias segue valendo o funcionamento das atividades de maneira geral nos finais de semana até as 18h, para quem iniciar às 10h. Os estabelecimentos que abrirem às 9h só poderão funcionar até as 17h. Nos dias de semana, as atividades econômicas em geral continuam com permissão para funcionar das 10h às 20h. O comércio de praia, de segunda à sexta-feira, das 9h às 16h, mantendo a proibição nos finais de semana.

Após registro de nova cepa no NE, secretário de Saúde de Pernambuco cobra mais fiscalização nos aeroportos e portos

Na coletiva de imprensa de quinta-feira (21), o secretário estadual de Saúde de Pernambuco, André Longo, cobrou uma ação mais dura do Governo Federal sobre os portos e aeroportos. Esta não é a primeira solicitação, mas ganhou força depois do registro da cepa indiana da covid-19 no Maranhão.

A variante B.1.617 do novo coronavírus, que nasceu na Índia, é considerada um risco para todo o mundo.  “Tudo leva a crer que o Maranhão está bloqueando pacientes que precisaram de atendimento. Há toda uma vigilância montada com apoio do Ministério da Saúde. Esperamos que, pelo menos, por enquanto isso possa ser contido. Mas é preciso reforçar, do ponto de vista de país, o Brasil precisa agir. O controle de portos e aeroportos é responsabilidade do Governo Federal. Cabe a ele a adoção de medidas para conter ou, pelo menos, retardar [a entrada de variantes no país]”, disse.

Sobre Pernambuco, Longo informou que, até o momento não há nenhum caso suspeito. “Neste momento, não temos suspeita da presença aqui em Pernambuco”, afirmou.

Hospitais do Araripe ganham reforço após visita do secretário estadual de Saúde de Pernambuco

(Foto: Ascom SES-PE)

A visita do secretário estadual de Saúde ao Araripe terminou com novidades. Na segunda-feira (17), André Longo cumpriu uma extensa agenda em Araripina e Ouricuri, para entregar investimentos do Estado no Hospital Santa Maria e Hospital Regional de Ouricuri.

Pela manhã, acompanhado dos deputados estaduais Roberto Arraes e Antônio Fernando, Longo entregou leitos na UTI neonatal do Hospital e Maternidade Santa Maria, voltados para bebês que necessitem de cuidados hospitalares intensivos.

“O cenário da pandemia da Covid-19 no Estado intensificou estes esforços de abertura de leitos em todo território pernambucano. Para se ter uma ideia, antes da pandemia, a IV macrorregião de Saúde contava com 57 leitos de UTI, entre adulto, neonatal e pediátrico. Atualmente, estamos com 219 leitos de terapia intensiva na região, o que significa um aumento de 280%”, disse.

LEIA MAIS

Secretário de Saúde entrega investimentos do Estado em Araripina e Ouricuri nesta segunda-feira

André Longo está cumprindo agenda no Sertão do Araripe nesta segunda-feira (17). O secretário estadual de Saúde visita Araripina e Ouricuri, para entregar mais investimentos nas unidades hospitalares. A primeira parada énesta manhã, em Araripina.

LEIA TAMBÉM

Secretário estadual de Saúde visitará Sertão de Pernambuco nesta segunda-feira

Lá, Longo estará no Hospital e Maternidade Santa Maria, para conferir a estrutura da UTI neonatal da unidade filantrópica conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS). Serão entregues 10 leitos, primeiros do tipo na região, voltados para recém-nascidos que necessitam de cuidados hospitalares intensivos.

Pela tarde, Longo estará em Ouricuri. O secretário vai inaugurar o serviço de hemodiálise do Hospital Regional de Ouricuri, voltado para pacientes internados em UTI. Os compromissos haviam sido anunciados pelo titular da Saúde, na última coletiva de imprensa realizada pela Saúde.

Secretário estadual de Saúde visitará Sertão de Pernambuco nesta segunda-feira

André Longo estará em Araripina e Ouricuri (Foto: Internet)

O secretário estadual de Saúde, André Longo, visitará o Sertão na próxima semana. Na segunda-feira (17), ele estará em Araripina e Ouricuri, na região do Araripe. A passagem de Longo pela região, tem como finalidade observar duas unidades de referência a pacientes com covid-19.

LEIA TAMBÉM

Novo lote de vacinas deve zerar espera pela 2ª dose de CoronaVac em Pernambuco, afirma secretário

“Na próxima segunda-feira, estarei em Araripina para visitar a UTI pediátrica do Hospital Santa Maria, que vai disponibilizar mais 10 leitos ao longo da próxima semana. Também estaremos no Hospital Regional de Ouricuri, para inaugurar o novo serviço de hemodiálise, que também presta serviço na região”, disse o secretário.

Segundo o titular da Saúde, com essas ações o Governo de Pernambuco fortalece o atendimento a pacientes no interior. “Isso vai qualificar ainda mais a assistência da regional de Ouricuri”, finalizou.

Novo lote de vacinas deve zerar espera pela 2ª dose de CoronaVac em Pernambuco, afirma secretário

(Foto: Divulgação/Instituto Butantan)

Na coletiva de imprensa de quinta-feira (13), o secretário estadual de Saúde de Pernambuco, André Longo, afirmou que com o novo lote de vacinas contra a covid-19, que chegou nesta semana, o estado deve zerar a fila de espera para segundas doses da CoronaVAc.

Em Pernambuco, são esperadas 226.850 doses, sendo 86.600 do imunizante CoronaVac (Instituto Butantan) e 140.250 doses da AstraZeneca/Oxford (Fiocruz). “Esperamos, com essas doses, zerar a falta de segundas doses no Estado e que os municípios possam se organizar para resgatar esse público e concluir o esquema vacinal”, disse.

Essas doses devem chegar aos municípios nesta sexta-feira (14). “Vamos distribuir 71 mil doses de forma equânime entre os municípios e o saldo restante vai ficar no programa (estadual de imunização) para possíveis ajustes que sejam necessários”, afirmou a superintendente do programa de imunizações da Secretaria de Saúde do Estado, Ana Catarina Melo.

“Estamos preocupados com a circulação de novas variantes”, afirma secretário de Saúde de Pernambuco

André Longo cobrou quarentena para turistas estrangeiros

O Brasil deve tratar os países da mesma forma que os estrangeiros tratam os brasileiros. Esse é o pensamento do secretário estadual de Saúde de Pernambuco, André Longo. Na coletiva de imprensa de quinta-feira (6) ele foi questionado sobre o tema e deu uma resposta direta.

LEIA TAMBÉM

Governo de Pernambuco prorroga medidas restritivas por mais 15 dias

Nós estamos preocupados com a circulação de novas variantes. Foi detectado uma nova variante na Índia, nós fizemos um ofício na segunda-feira [03/05], pedindo ao Ministério da Saúde, através da Anvisa que adote medidas restritivas para circulação de pessoas que vêm ao Brasil”, informou Longo.

LEIA MAIS

Comércio de Petrolina terá horário especial neste final de semana por conta do Dia das Mães

Conforme o Blog mostrou ao longo desta semana, o comércio terá horário especial neste final de semana. O objetivo do Governo do Estado é evitar aglomerações nas compras para o Dia das Mães. Portanto, o setor varejista de Petrolina e demais cidades funcionará das 8h às 20h nesta sexta-feira (7) e sábado (8).

LEIA TAMBÉM

Governo de Pernambuco flexibiliza funcionamento do comércio por conta do Dia das Mães

No domingo, as lojas poderão abrir das 8h às 18h. O Sindilojas Petrolina orienta aos empresários sobre esse expediente. “Fica a critério das empresas se acomodarem dentro deste horário permitido, de acordo com suas demandas e necessidades, observadas claro, todas as questões trabalhistas que estão previstas e acordadas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT)”, diz a nota.

LEIA MAIS

Governo de Pernambuco prorroga medidas restritivas por mais 15 dias

Secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo (Foto: Aluísio Moreira/SEI)

A coletiva de imprensa do secretário estadual de Saúde, André Longo, na quinta-feira (6) foi marcada por mais uma prorrogação de medidas restritivas em Pernambuco. As restrições no setor econômico seguirão por mais 15 dias, ou seja, até 23 de maio.

LEIA TAMBÉM

Governo de Pernambuco flexibiliza funcionamento do comércio por conta do Dia das Mães

“Estamos em um platô de casos altos, mas sempre estando em alerta para outras medidas que poderão ser adotadas a qualquer momento. Uma medida restritiva mais intensa serve para impedir uma aceleração exponencial. Detectada a necessidade de adotar medidas mais rígidas, não hesitaremos, disse.

LEIA MAIS

Vacinas da Pfizer serão aplicadas na capital, afirma secretário de Saúde de Pernambuco

Foto: Helia Scheppa

Além das doses de CoronaVac e AstraZeneca, Pernambuco contará com o reforço da Pfizer na luta contra a covid-19. Apesar da boa notícia, as 17 mil doses previstas ao estado serão destinadas a capital, conforme acordo prévio com o Ministério da Saúde.

LEIA TAMBÉM

Covid-19: Pernambuco inicia vacinação de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas

O secretário estadual de Saúde de Pernambuco, André Longo explicou que no estado, haverá uma ação especial. “Em Pernambuco fizemos uma pactuação, a gente faria uma divisão entre Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes“, disse na coletiva de quinta-feira (29). Por conta do abastecimento com a Pfizer, essas três cidades receberam um quantitativo menor na entrega de ontem das duas vacinas já utilizadas.

LEIA MAIS

“Vamos estar sempre analisando sobre o ponto de vista sanitário”, afirma André Longo sobre celebrações religiosas em Pernambuco

André Longo disse respeitar projeto da Alepe, mas reiterou que decisão requer cuidado (Foto: Heudes Regis/SEI)

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) deu mais um passo para emplacar o projeto de lei que torna igrejas serviço essencial durante a pandemia. Mas para o secretário estadual de Saúde, André Longo, a decisão precisa ser cautelosa.

“A situação exigiu e exige a cooperação de todos com este processo. As igrejas não faltaram nesse processo, todas as religiões entenderam a importância de colaborar também com esse processo. A gente tem dialogado com esse segmento“, disse na coletiva de imprensa realizada na tarde de quinta-feira (22).

O secretário lembrou que o segmento religioso tem sim cumprido com os protocolos. Mas reiterou que qualquer medida precisa levar em conta a evolução da covid-19 em Pernambuco. “Tem um protocolo rígido e que tem sido seguido com raríssimas exceções. A medida da evolução do nosso Plano de Convivência, as igrejas também serão consideradas pela sua essencialidade. Mas na medida daquilo, da condição que se tenha no sistema de saúde e da evolução da pandemia. Respeito a Assembleia Legislativa, nós vamos estar sempre analisando sobre o ponto de vista sanitário e com a cautela e cuidado necessário que as atividades exigem do ponto de vista sanitário”, afirmou.

1234