Humberto Costa deixa liderança do PT no Senado; Cristina Costa comenta decisão do petista

O senador Humberto Costa (PT) não é mais o líder do partido no Senado Federal. Integrante da sigla, Cristina Costa comentou a decisão do companheiro e disse acreditar que agora Humberto terá mais tempo para se dedicar ao fortalecimento do PT em Pernambuco.

“Não conversei com meu companheiro, mas eu sei que dentro do Partido dos Trabalhadores estatutariamente é um rodízio a exemplo aqui da Câmara de Vereadores. Eu fui, dois anos líder do PT, nesses dois anos é Gilmar [Santos] que está concluindo em dezembro“, justificou na sessão dessa quinta-feira (12).

O próximo passo dentro do PT é definir, pelo rodízio, o ou a nova líder no Senado. “Se ele está cumprindo o rodízio, ele vai ter mais tempo e disponibilidade para organizar o Partido dos Trabalhadores a nível de Pernambuco. Ele é a nossa liderança maior pela sua experiência. A bancada do Senado vai discutir entre eles mesmos e vai ver quem vai ser indicado à liderança“, concluiu.

Eleições 2020: Humberto Costa coloca Odacy como candidato do PT em Petrolina

Para senador, Odacy deve ser candidato do PT em Petrolina (Foto: Ascom)

Se depender do líder do PT no Senado, Humberto Costa, Odacy Amorim será o candidato do partido em Petrolina. Nessa sexta-feira (6), Humberto participou do programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal e deixou claro: a sigla vai trabalhar em torno de Odacy.

LEIA TAMBÉM:

Humberto Costa visita Petrolina nessa sexta-feira

“Hoje a direção municipal do PT em Recife tem uma posição favorável a manter a aliança [com o PSB], aqui em Petrolina a ideia é tentar unir todos os partidos da Frente Popular em torno de uma candidatura, no nosso caso é do nosso companheiro Odacy Amorim“, destaca.

Segundo turno em 2020?

O senador está cumprindo agenda em Petrolina hoje e na sua pauta está o fortalecimento da esquerda como oposição a Jair Bolsonaro. Para ele, a Oposição deve se unir e lançar no mínimo, duas candidaturas na tentativa de forçar um segundo turno em 2020.

LEIA MAIS

Humberto Costa visita Petrolina nessa sexta-feira

Humberto Costa estará em Petrolina nessa sexta-feira (Foto: Blog Waldiney Passos)

Humberto Costa (PT) cumprirá agenda política em Petrolina nessa sexta-feira (6). O senador participará de uma audiência pública, às 9h, na Câmara de Vereadores para debater a situação dos moradores de rua. A passagem pelo Sertão também busca fortalecer a esquerda na oposição ao governo de Jair Bolsonaro.

Às 10h Humberto participará de uma roda de conversas com o ex-deputado estadual Odacy Amorim e sua esposa, Dulcicleide Amorim, ambos do PT. O encontro acontecerá no Hotel do Grande Rio, na Orla da cidade.

“Vamos aproveitar a agenda na cidade para debater investimentos também para a região. Vou conversar com prefeitos e lideranças locais para saber de que forma podemos ajudar melhor as cidades do Sertão do São Francisco com emendas. No meu mandato, tenho também procurado ajudar à população com emendas que atendam as demandas diretas dos municípios”, afirma. (Com informações da Folha de Pernambuco).

Senador pernambucano consegue adiar votação da prisão em segunda instância

Senador solicita audiência pública sobre prisão em segunda instância. (Foto: Blog Waldiney Passos)

O senador Humberto Costa (PT-PE) conseguiu, em articulação com a bancada de oposição no Senado Federal, adiar para a semana que vem a votação do projeto de lei que autoriza a execução de pena de prisão após condenação em segunda instância na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa.

O parlamentar apresentou um requerimento para que fosse feita uma audiência pública antes da votação do texto. O senador convidou, através do documento, o ministro da Justiça, Sergio Moro, para participar do evento, que acontece na próxima terça-feira (26).

LEIA MAIS

Humberto Costa comenta recusa de Lula sobre semiaberto e afirma: “O tempo inteiro houve um tratamento diferenciado”

(Foto: Arquivo)

Alegando que são falsas as acusações contra ele, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que não aceitará as condições do Ministério Público Federal (MPF) e recusou ir para o regime semiaberto. Uma das principais lideranças do PT, o senador pernambucano Humberto Costa concorda com Lula.

Costa participou por telefone do programa Repercutindo, com Daniel Campos na Rádio Jornal Petrolina e afirmou que o processo contra Lula foi marcado “o tempo inteiro houve um tratamento diferenciado”, fazendo menção aos vazamentos os quais apontam que a Operação Lava-Jato foi tendenciosa contra o petista.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro comenta progressão para semiaberto de Lula: “Quer ficar, fica”

Força-tarefa da Operação Lava Jato pede regime semiaberto para Lula

“Havia uma decisão da Lava-Jato de tentar de todos os meios perseguir e prender o presidente Lula. Houve um processo de perseguição política, mascarado com essas ações judiciais”, explicou o senador.

Assim como fez nas ocasiões anteriores, Costa apoiou Lula e se disse esperançoso sobre uma anulação da sentença contra o ex-presidente. “A cada dia que se passa, mostra claramente que houve uma ação parcial articulada entre o Ministério Público e o ex-juiz Sérgio Moro e motiva, em qualquer processo, a nulidade. Tenho a expectativa positiva de que o Supremo vai resgatar o papel da Justiça no Brasil, vai regular o processo todo contra Lula e ele poderá ser julgado de uma maneira correta, justa e dentro do que a Constituição prevê”, finalizou.

Humberto Costa manda recado a Cristina Costa sobre possível aliança com Miguel: “É melhor que ela mude de ideia”

Senador refutou ideia de se aliar a bolsonaristas (Foto: Blog Waldiney Passos)

A eleição municipal de 2020 já movimenta o xadrez da política em Petrolina. E na visão do senador Humberto Costa (PT), uma das principais lideranças em Pernambuco, não há chances de a sigla desenhar alianças com bolsonaristas.

LEIA TAMBÉM:

Candidato a prefeito por três vezes, Gonzaga Patriota declara seu apoio a Lucas Ramos

Marília Arraes defende nome de Cristina Costa como candidata a prefeita de Petrolina

Ele concedeu uma entrevista ao programa Super Manhã com Waldiney Passos nessa quinta-feira (27) e foi curto e grosso: “Nós não vamos permitir em qualquer lugar do Brasil [alianças] do PT com bolsonaristas“, disse na Rádio Jornal Petrolina.

LEIA MAIS

Dulcicleide Amorim critica reforma da Previdência: “Tem que ser feita de cima pra baixo”

Cúpula do PT marcou presença no debate (Foto: Ascom)

Além do senador Humberto Costa (PT), a deputada estadual Dulcicleide Amorim (PT) também esteve presente na audiência pública sobre a reforma da Previdência, realizada na sexta-feira (12), em Petrolina. Em seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), ela foi a responsável por articular a vinda de Costa ao evento e se disse contrária à proposta apresentada pelo Governo Federal.

LEIA TAMBÉM:

Em visita a Petrolina, Humberto Costa acredita que pressão popular pode resultar em mudanças no texto da reforma da Previdência

Audiência pública em Petrolina reúne sindicatos e políticos de oposição para debater reforma da Previdência

Eu vejo que a gente está vivendo um momento de retrocesso, a gente viveu um momento de avanço para o trabalhador. Como é que a gente, no momento em que a gente mais precisa, na terceira idade quando você já trabalhou, já gastou suas energias e precisa de mais atenção, o governo vem com a proposta de diminuição disso”, disse Dulcicleide.

Para a deputada estadual, a atual situação brasileira é “lamentável” e afeta principalmente mulheres e trabalhadores do campo. A proposta da reforma, segundo ela, seria justa se englobasse a todos os brasileiros. “Essa reforma tem que ser feita de cima pra baixo e não debaixo pra cima. O que e eles querem fazer é estar atacando a massa brasileira que sustenta esse país com trabalho”, destacou.

Em visita a Petrolina, Humberto Costa acredita que pressão popular pode resultar em mudanças no texto da reforma da Previdência

Senador acompanha audiência pública (Foto: Blog Waldiney Passos)

O senador Humberto Costa (PT) está em Petrolina nessa sexta-feira (12), participando da audiência pública sobre a reforma da Previdência que acontece no Centro de Convenções. Para ele, a proposta do Governo Federal não deve passar da forma como foi apresentada e vem sendo debatida no Congresso Nacional.

Confira o vídeo a seguir:

Senadores pernambucanos divergem em votação sobre reajuste salarial do STF

Humberto Costa (PT) foi único pernambucano ausente (Foto: Arquivo)

O Senado Federal aprovou na quarta-feira (7) o reajuste salarial dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do titular da Procuradoria-Geral da República (PGR) em 16,38%. A partir de agora os ministros receberão R$ 39,2 mil, quando recebiam R$ 33,7 mil.

Foram 41 votos a favor, 16 contra e uma abstenção. Os representantes pernambucanos – um deles relator da matéria – no Senado divergiram de opinião. Armando Monteiro Neto (PTB) e Fernando Bezerra Coelho (MDB) votaram a favor e Humberto Costa (PT) se ausentou da votação.

A medida foi duramente criticada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e analistas afirmam que o reajuste provocará um efeito cascata nas contas públicas do país. A matéria teve relatoria de Fernando Bezerra. Confira a seguir como votaram os senadores:

LEIA MAIS

Aliada de Marília Arraes, Cristina Costa reafirma postura vigilante quanto ao trabalho da colega de partido

Vereadora avalia campanha e ratifica compromisso de Marília Arraes com Sertão (Foto: Blog Waldiney Passos)

Uma das principais apoiadoras de Marília Arraes (PT), a vereadora Cristina Costa (PT) afirmou que agora com a colega de partido eleita deputada federal, é a hora de trazê-la para perto do sertanejo e cobrar ações para a região. Na eleição de outubro Costa apoiou dois nomes vitoriosos e fez uma avaliação dessas alianças.

“Fiz dobradinha com dois candidatos a deputado federal, minha principal foi a vereadora Marília Arraes e também o presidente da CUT licenciado, Carlos Veras. Nossa meta para Marília era cinco mil votos e para Carlos Veras era de mil. Me sinto fortalecida, Marília teve mais de quatro mil votos e Carlos Veras, mais de 800“, analisou a vereadora.

LEIA TAMBÉM:

De volta à Câmara, Cristina Costa espera uma “guerra da paz” entre apoiadores de Bolsonaro e Haddad

“Sai uma vitoriosa”, afirma vereadora Cristina Costa após campanha para deputada estadual

Na visão da edil ela sai do pleito fortalecida, mesmo que não tenha conseguido uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), já que também contribuiu para a reeleição de um antigo aliado: Humberto Costa (PT).

LEIA MAIS

Ibope divulga últimas pesquisas para governador e senador em Pernambuco

Câmara pode confirmar vitória ainda amanhã (Foto: Reprodução/Internet)

Paulo Câmara se encaminha para confirmar sua vitória ao Governo de Pernambuco ainda no primeiro turno, é o que prevê a nova pesquisa do Ibope, divulgada na noite desse sábado (6), véspera da eleição. O atual governador chegou a 51% das intenções de votos válidos, quando não são considerados brancos ou nulos e indecisos.

Levando em conta a margem de erro, Câmara chega a 53%, enquanto Armando Monteiro Neto (PTB) soma 37%. Ex-prefeito de Petrolina Julio Lossio (Rede) ficou com 4%. Dani Portela (PSOL) e o ex-deputado federal Maurício Rands (Pros) têm 3%. Ana Patricia Alves (PCO) e Simone Fontana (PSTU), 1%.

2º turno

Em um eventual segundo turno, Paulo Câmara aparece com 44% das intenções de voto e Armando Monteiro com 38%. O percentual dos que disseram que vão votar branco ou nulos é de 14%, enquanto os que não sabem ou preferiram não opinar são 3%. Foram entrevistados 2.002 eleitores entre os dias 4 e 6 de outubro, em pesquisa encomendada pelo Jornal do Commercio e TV Globo.

LEIA MAIS

Jarbas se isola na liderança das intenções de voto ao Senado

(Foto: Internet)

Jarbas Vasconcelos (MDB) se isolou na liderança das intenções de voto ao Senado Federal, afirma a nova pesquisa do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (IPESPE), divulgada na sexta-feira (5). O deputado federal aparece com 41%, seguido por Humberto Costa (PT) que tem 34%.

LEIA TAMBÉM:

Câmara tem 43% das intenções de voto, Armando 28%

Em terceiro surge o nome de Mendonça Filho (DEM), somando 25%. Sílvio Costa (Avante) tem 12%, Bruno Araújo (PSDB), 8%, Pastor Jairinho (Rede) aparece com 3%. Eugênia (PSol), Albanise (PSol), Adriana Rocha (Rede) e Hélio Cabral (PSTU) somam 1%, cada. Alex Lima Rola (PCO) e Lidia Brunes (PROS) não pontuaram.

Votos brancos e nulos no primeiro voto somam 20% e no segundo, 31%. Os que não sabem ou não responderam representam 23% das manifestações. A pesquisa foi feita entre os dias 03 e 04 de outubro e ouviu 800 entrevistados, a pedido do jornal Folha de Pernambuco.

Jarbas cresce, Humberto permanece em segundo e Mendonça estagna na briga pelo Senado

(Foto: Divulgação/Folha PE)

A nova pesquisa de intenções de votos ao Senado Federal coloca Jarbas Vasconcelos (MDB) na liderança em Pernambuco, com 38%. Ele é seguido por Humberto Costa (PT), que tem 34% e Mendonça Filho (DEM) soma 25%. Os números foram apresentados pelo Datafolha na quinta-feira (4).

LEIA TAMBÉM:

Em nova pesquisa do Datafolha, Paulo Câmara amplia vantagem e vê Armando perder força

Silvio Costa (Avante) subiu para 14% e Bruno Araújo (PSDB) tem 10%; Pastor Jairinho (Rede) soma 6%, Adriana Rocha (Rede) aparece 3%, seguida por Hélio Cabral (PSTU) com 2% e Eugênia Lima (PSol) com 2%, Lídia Brunes (Pros) com 1%, Albanise Pires (PSOL) com 1% e Alex Rola (PCO), com 1%.

Brancos e nulos para a primeira vaga somam 19%, na segunda vaga o número salta para 26%. Não souberam ou não responderam para a primeira vaga: 7% e na segunda, 11%. Foram ouvidos 1482 eleitores, em 59 cidades, entre 3 e 4 de outubro.

Jarbas e Humberto aparecem empatados nas intenções de voto ao Senado Federal

Candidatos de Câmara voltam a liderar pesquisa (Foto: Reprodução/Diário de Pernambuco)

Jarbas Vasconcelos (MDB) e Humberto Costa (PT) estão empatados na intenção de voto para o Senado Federal, segundo dados apresentados pelo Ibope na pesquisa divulgada ontem (2). Membros da coligação Frente Popular, a dupla soma 33%.

LEIA TAMBÉM:

Ibope: Câmara cresce para 39% e Armando se mantém com 27% em nova pesquisa

Mendonça Filho (DEM) possui 20% e em quarto lugar está Silvio Costa (AVANTE), com 11% das intenções de votos. Bruno Araújo (PSDB) tem 9%, Pastor Jairinho (Rede) 5%, Adriana Rocha (Rede), Eugênia (PSOL), Hélio Cabral (PSTU) e Albanise Pires (PSOL) estão empatados com 2%. Lídia Brunes (PROS) e Alex Rola (PCO) somam 1%.

De acordo com o Ibope, os que não souberam ou não opinaram somam 30%. Já brancos e nulos para a 1º vaga representam 19% das intenções, esse número salta para 29% quando questionada a segunda vaga. Foram ouvidos 1.512 eleitores entre 29 de setembro a 1 de outubro. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Jarbas lidera pesquisa do Datafolha para Senado, Humberto aparece em segundo

Trio polariza intenções de voto (Foto: Reprodução/Diário de Pernambuco)

Diferentemente da pesquisa divulgada pelo Ibope, o Datafolha afirma que a liderança nas intenções de voto ao Senado Federal em Pernambuco é de Jarbas Vasconcelos (MDB), que soma 38%, seguido de Humberto Costa (PT), com 34%.

Mendonça Filho (DEM) vem em terceiro, somando 27%. Bruno Araújo (PSDB) tem 11%, Silvio Costa (Avante) 11%, Pastor Jairinho (Rede) soma 5% e Adriana Rocha(Rede) aparece com 3%. Helio Cabral (PSTU), Lidia Brunes (PROS), Eugenia (PSOL), Alex Lima Rola (PCO) e Albanise (PSOL) marcaram 1% cada.

LEIA TAMBÉM:

Pesquisa do Datafolha coloca Paulo Câmara com 38% das intenções de voto

Segundo o Datafolha, 18% afirmam que vão votar em branco ou nulo para a primeira opção do Senado, esse número salta para 27% quando questionada a segunda opção.

Foram ouvidos 1.302 eleitores nos dias 26, 27 e 28 de setembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi contratada pela Folha de São Paulo e TV Globo.

12345