Vereador de Juazeiro rebate críticas à aprovação de projetos e afirma que população foi “massa de manobra”

Edil citou confusão com eleitor dentro do Plenário (Foto: Reprodução/Internet)

Um dia após a aprovação das polêmicas matérias enviadas pelo Poder Executivo à Casa Aprígio Duarte a sessão de terça-feira (20) foi mais tranquila em Juazeiro. Sem demandas dos edis na ordem do dia o tempo foi utilizado pelos edis na Tribuna Livre.

LEIA TAMBÉM:

Em meio a insatisfação popular, Câmara de Vereadores de Juazeiro aprova projetos do Poder Executivo Municipal

O destaque foi a participação do vereador Florêncio (PDT). Ele utilizou seu tempo para rebater as críticas da população e pediu respeito dentro da Câmara. As matérias da considerada “pauta bomba” foram aprovadas em uma sessão tumultuada, classificada pelo edil como show de horrores. “O que eu vi aqui ontem foi um show de horrores, coisas que eu não gostaria de ter visto nesta Casa. Foi um desrespeito mútuo entre nós vereadores e a plateia e eu venho aqui pedir desculpas”, disse.

“Massa de manobra”

Para Florêncio a falta de conhecimento dos eleitores gerou a confusão vista na Câmara de Vereadores na tarde de segunda-feira (20). “O que houve ontem foi um movimento que teve início nas redes sociais, movimento de pessoas que queriam desmoralizar essa Casa. 99% das pessoas que estavam aqui a discutir nessa Casa estavam mal intencionadas ou não sabiam do projeto. As pessoas se colocaram contra o projeto sem entender o que estava ali”, continuou.

Na opinião do vereador – favorável às três matérias aprovadas – os juazeirenses foram massa de manobra de um grupo opositor. “O que disseram aqui é longe da verdade, muita gente estava aqui ontem como massa de manobra, sendo usada pelas informações incoerentes”, destacou Florêncio.

Antes de concluir sua fala o edil disse ser importante o acompanhamento dos eleitores sobre o trabalho da Câmara e espera ter casa cheia sempre. As matérias aprovadas anteontem ainda não foram sancionadas pelo prefeito Paulo Bomfim (PC do B).

Deixe uma resposta