Presente em ato de filiação do PSB, Julio Lóssio fala em “unir forças” pelo Brasil

Ex-prefeito se aproximou dos socialistas (Foto: Blog Waldiney Passos)

Julio Lóssio (PSD) marcou presença no ato de filiação de alguns prefeitos ao PSB, realizado na noite de sexta-feira (14), em Petrolina. O ato contou com a presença do governador de Pernambuco, Paulo Câmara. Lóssio disse ter prestigiado o colega Lucas Ramos, deputado estadual pelos socialistas, que fez o convite e também era o aniversariante do dia.

LEIA TAMBÉM

“O futuro tem como base uma educação pública de qualidade”, afirma Paulo Câmara

Durante visita de Paulo Câmara, Miguel Coelho discorda de discurso sobre Compesa e rebate críticas de Lucas Ramos

Ponte de Bodocó deve estar pronta em março, segundo Paulo Câmara

Em Petrolina, Paulo Câmara destaca investimentos do Governo do Estado na educação

Essa aproximação do ex-prefeito de Petrolina com o PSB esquenta ainda mais as conversas de bastidores: a oposição vai unida ou cada partido irá com candidaturas próprias? Segundo Lóssio uma aliança é o caminho, em especial para combater as ações do Governo Federal.

“Muita gente me manda mensagem questionando ‘Eita que agora você está do lado do governador?’. Gente, nessa fase nós temos que colocar nossas diferenças de lado e nos unirmos no pensamento progressista que possa trazer o Brasil em volta dos verdadeiros brasileiros. Nós precisamos unir forças pelo Brasil para combater aquilo que está levando os ricos a ficarem cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres”, afirmou.

Críticas ao Governo Federal

Lóssio não poupou Jair Bolsonaro (sem partido) e as atitudes dele enquanto presidente da República. “Temos um presidente que dá banana à imprensa quando alguém pergunta o que ele não gosta, presidente que critica o Papa por receber um ex-presidente, seja ele quem for porque é cristão o ato de perdoar. Temos um ministro da Economia que diz que o dólar está no preço bom porque empregada não vai mais pra Disney”, destacou.

Deixe uma resposta