Ruy Wanderley confirma desistência de candidatura a deputado estadual

Vereador disse que decisão foi pensada por ele, sem interferências políticas (Foto: Blog Waldiney Passos)

No retorno à Casa Plínio Amorim depois do recesso de julho, o vereador Ruy Wanderley (PSC) confirmou sua desistência das eleições 2018. No início do ano o edil era cotado para ser um dos nomes no grupo do prefeito Miguel Coelho a disputar uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

LEIA TAMBÉM:

Líder da situação, Aero Cruz afirma que relatório responsável por identificar rombo no IGEPREV será apresentado aos vereadores

Vereador Gilmar Santos volta a cobrar do Executivo mais valorização para artistas locais

Fala de cantor no FIG ainda repercute na Câmara de Vereadores de Petrolina

Mas no decorrer do primeiro semestre o cenário foi se modificando e Ruy que era líder da situação deixou o posto, que hoje é ocupado por Aero Cruz (PSB). Utilizando a Tribuna, Ruy confirmou sua decisão. O anúncio já era esperado, tendo em vista que desde as primeiras horas na sessão de hoje (7) corriam nos bastidores que o vereador faria um pronunciamento oficial na sessão.

“Gostaria de informar aos meus pares e à imprensa de Petrolina sobre a minha posição para as eleições de 2018. Trabalhei muito para construir minha candidatura, procurei buscar os apoios necessários e nos últimos 15 dias fazendo uma reflexão do que poderia enfrentar,  nesse final de semana tomei uma decisão. Queria dizer a Petrolina e para meus pares que estou retirando meu nome de disputar a eleição de deputado estadual no pleito de 2018”, disse Ruy.

De acordo com o vereador, não houve interferência externa. A decisão foi política, pensando no contexto da chapa em que estava inserido. “Quero deixar claro que não teve pressão de ninguém, essa foi uma decisão única e exclusivamente minha. Até minha família foi pega de surpresa. Eu não vou entrar numa disputa para disputar e não ter sucesso”, afirmou.

Ronaldo Silva (MDB), lamentou a decisão do colega de bancada. “Vamos tocar o barco pra frente e seja o que Deus quiser, quem sabe em outra oportunidade sua vez irá chegar”, disse.

Outros vereadores de Petrolina ainda continuam na disputa para a Alepe, entre eles o do vereador Gabriel Menezes (PSL) e da vereadora Cristina Costa (PT). Maria Elena (PRTB) já havia anunciado sua desistência, ainda no primeiro semestre.

Deixe uma resposta