Comissão de Direitos Humanos de Petrolina emite nota de solidariedade a família de jovens encontrados mortos

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Vereadores de Petrolina emitiu na noite do último sábado (18), uma nota de pesar aos familiares de Matheus dos Santos e Lucas Levi, jovens que estavam desaparecidos desde o dia 11 e foram encontrados mortos na semana passada.

LEIA TAMBÉM

Petrolina: jovens desaparecidos são encontrados mortos

Familiares fazem ato cobrando informações sobre jovens desaparecidos no Mandacaru 2

De acordo com a Comissão, é “extremamente preocupante que numa época em que as políticas sociais de proteção e promoção da dignidade humana estejam sendo destruídas”, numa crítica a atuação da Polícia Militar de Pernambuco, apontada pela família de Mateus como a responsável pelo sumiço dos jovens.

O caso

Lucas, de 20 e Matheus, de 17 foram vistos pela última vez no dia 11 de janeiro. Segundo Elisete dos Santos, mãe de Matheus, os dois foram vistos entrando em uma viatura do 2º Batalhão Integrado Especializado (BIEsp) e que os próprios policiais teriam retornado para ameaçar quem comentasse o fato.

Em nota enviada ao Blog, a PM informou que está apurando a conduta dos agentes envolvidos na abordagem e destacou que os amigos foram liberados após serem parados. Confira a seguir a nota da Comissão:

Petrolina: emoção e pedido por justiça marcam sepultamento de jovens

Jovens foram sepultados sem direito a velório

 Um misto de angústia, dor e revolta. Assim aconteceu o sepultamento dos amigos Lucas Levi, de 20 anos e Matheus dos Santos, de 17. Eles estavam desaparecidos desde a noite do dia 11 e foram encontrados mortos na última sexta-feira (17).

LEIA TAMBÉM

Polícia Civil de Pernambuco classifica mortes de jovens que estavam desaparecidos como homicídios

“Queria ter tido pelo menos isso”, diz mãe de um dos jovens desaparecidos que serão enterrados sem velório

Petrolina: jovens desaparecidos são encontrados mortos

Os jovens foram enterrados no sábado (18) sob forte comoção, no cemitério do bairro João de Deus. Em um vídeo enviado à nossa Redação, é possível ver as famílias e amigos cobrando justiça. De acordo com Elisete dos Santos, mãe de Mateus, os rapazes teriam desaparecido ao entrar em uma viatura do 2º Batalhão Integrado Especializado (BIEsp).

Familiares fazem ato cobrando informações sobre jovens desaparecidos no Mandacaru 2

Jovens estão desaparecidos desde o dia 11 de janeiro (Foto: Wanderley Alves/Cortesia)

Os amigos Matheus dos Santos, de 17 anos, e Lucas Levi, de 20, desapareceram no sábado (11), no bairro Mandacaru 2, em Petrolina. Segundo Elizete dos Santos, mãe de Matheus, moradores relataram que os jovens foram vistos pela última vez entrando em uma viatura do 2º Batalhão Integrado Especializado (BIEsp), desde então as famílias buscam por informações sobre os dois.

Eles foram vistos pela última vez no dia 11 de janeiro

As famílias se reuniram nessa quarta-feira (15) em frente à Câmara de Vereadores de Petrolina para cobrar Justiça pelos jovens. “As últimas informações que tenho deles é quando a BIEsp enquadrou os dois e desapareceu com os dois. Abordaram, botaram no carro e até hoje não apareceu em delegacia, IML e em lugar nenhum”, relatou Elizete.

Segundo Elizete, ela já ouvi ameaças de que quando o filho completasse 18 anos seria “colocado na prisão perpétua”. Apesar da angústia, ela acredita que Matheus será encontrado bem. “Como mãe meu coração diz que ele tá vivo, mas eu quero uma resposta de vivo ou de morto“, afirmou.